Guarda prende suspeito de furtar Caps de Nova Odessa

Com o suspeito, os patrulheiros encontraram um aparelho de DVD, um controle remoto, uma fechadura e várias ferramentas usadas no crime


A Guarda Municipal de Nova Odessa prendeu na madrugada do último domingo (8) um homem de 28 anos suspeito de furtar objetos do CAPS (Centro de Atenção Psicossocial) da Vila Azenha. A corporação foi chamada por vizinhos do imóvel que abriga o serviço de saúde.

Com o suspeito, os patrulheiros encontraram um aparelho de DVD, um controle remoto, uma fechadura e várias ferramentas usadas no crime. Ele confessou que seu objetivo era trocar os produtos por drogas. O homem foi encaminhado ao Plantão Policial e de lá para a cadeia de Sumaré, onde está à disposição da Justiça.

Foto: Prefeitura de Nova Odessa / Divulgação
Objetos furtados e ferramentas utilizadas no crime foram apreendidos

Na madrugada da última quinta-feira (5), o CAPS já havia sido invadido. Na ocasião, os ladrões furtaram uma TV e dois botijões de gás que ficavam em uma área externa do imóvel e eram utilizados nas terapias que são desenvolvidas com os cerca de 30 pacientes que frequentam o local diariamente.

Neste caso, nenhum suspeito foi identificado. A Guarda Municipal já reforçou patrulhamento naquela região. “É muito triste ter que registrar este tipo de ocorrência, pois acaba prejudicando a realização das terapias que desenvolvemos com os nossos pacientes”, lamentou a coordenadora do CAPS da Vila Azenha, Maria Edenia de Castro Santana.

O CAPS é um serviço de saúde do Sistema Único de Saúde (SUS) e vinculado ao município, constituído por uma equipe multiprofissional da Prefeitura de Nova Odessa, que oferece tratamento para pessoas com transtornos mentais, neuroses graves, psicoses, dependentes químicos e demais quadros, cuja gravidade justifique sua permanência num espaço acolhedor, comunitário e promotor de vida.

A finalidade do CAPS é reintegrar o paciente novamente na sociedade, além de ter como objetivo poder diminuir as internações psiquiátricas, de modo que o paciente faça o tratamento dentro de sua comunidade.

As informações são da Diretoria de Comunicação da Prefeitura de Nova Odessa.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!