Evento realizado no IZ de Nova Odessa marca o Dia do Ovo

IZ recebeu uma série de palestras de conscientização para a importância do alimento em qualquer dieta


Foto: Marcelo Rocha - O Liberal.JPG
Lúcia Endriukaite em palestra a respeito da composição do alimento

O Dia Estadual do Ovo, comemorado nesta sexta-feira, atraiu olhares curiosos para o IZ (Instituto de Zootecnia) de Nova Odessa, que recebeu uma série de palestras de conscientização para a importância do alimento em qualquer dieta. Até mesmo um “Eggbreak” foi disponibilizado aos participantes.

O relógio marcava 10 horas e o clima na plateia era de descontração. O palestrante José Evandro de Morais, pesquisador do IZ, pergunta se é correto guardar os ovos na porta da geladeira. No fundo ouve-se vozes sussurrantes de opiniões que divergem. Logo o pesquisador responde que, embora as geladeiras venham com esse compartimento, o ideal é que os produtos sejam realocados para outro setor do eletrodoméstico.

Uma sequência de argumentos vem na sequência para embasar sua afirmação. A plateia, então, se mostra surpresa, valorizando o conhecimento adquirido.

O clima se sucedeu pelas duas horas seguintes. Cerca de 50 pessoas estiveram no evento, ouvindo atentamente cada detalhe possível relacionado ao ovo.

A iniciativa contou com a presença da pesquisadora Lúcia Endriukaite. Ela é do Instituto Ovos do Brasil, uma entidade sem fins lucrativos criada em 2017 que atua na valorização do ovo, através da distribuição de material informativo. Ela participa de feiras e eventos que tenham o alimento como tema.

“O ovo é um alimento extremamente rico, fonte de proteína importante, de baixo custo. É um alimento saudável, prático, saboroso, participa de quase todas as receitas culinárias, então ele enriquece as preparações de uma forma geral, e ele traz benefícios porque tem uma quantidade de nutrientes que vão contribuir para o nosso equilíbrio orgânico”, disse ao LIBERAL.

TEMA. Dois temas foram discutidos nas palestras: “Os mitos do ovo” e “As propriedades nutricionais do ovo”. Depois, uma mesa redonda foi formada para responder as dúvidas levantadas pelos participantes. Ao final, houve a degustação de diferentes receitas que tiveram o uso do alimento. “É um evento bastante importante para o instituto”, disse a assessora de planejamento Flávia Maria de Andrade Gimenes.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora