23 de setembro de 2020 Atualizado 18:47

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Covid-19

Com mais duas mortes, casa de repouso soma quatro óbitos em Nova Odessa

Além dos quatro, há outros 11 infectados em asilo do bairro Lopes Iglesia

Por George Aravanis

29 jul 2020 às 18:13 • Última atualização 29 jul 2020 às 19:28

A Secretaria de Saúde de Nova Odessa confirmou mais duas mortes por Covid-19 no lar de longa permanência de idosos onde foi detectado um surto. Ao todo, são quatro óbitos e outros 11 infectados na casa de repouso (dez residentes e cinco funcionárias). O município ainda contabilizou 12 novos testes positivos e totaliza 418 contaminados. Desse total, 158 já estão curados e 26 morreram.

O LIBERAL quer saber: o que você espera da cobertura das eleições?

A terceira vítima do novo coronavírus no lar de idosos, localizado no bairro Residencial Lopes Iglesia, é uma mulher de 81 anos, cardiopata, que morreu no último dia 16, na Unidade Respiratória da cidade. Após a morte, a Vigilância Epidemiológica notificou o caso como suspeito e aguardava o resultado do exame de detecção de Covid-19.

Uma das vítimas morreu na Unidade Respiratória no último dia 16 – Foto: Prefeitura de Nova Odessa – Divulgação

O outro óbito ocorreu na última segunda-feira (27), no Hospital Estadual ‘Dr. Leandro Franceschini’. A paciente tinha 67 anos, era diabética e ocupava um leito de UTI (unidade de terapia intensiva) havia duas semanas, após ser transferida da Unidade Respiratória novaodessense com graves problemas respiratórios e testou positivo para a doença.

Na terça-feira (28), a Vigilância Epidemiológica confirmou a segunda morte provocada por Covid-19 no lar de idosos. A vítima tinha 81 anos, era hipertensa e morreu no último dia 20. O primeiro óbito na casa – de uma paciente de 97 anos, também com comorbidade – ocorreu no dia 14, na Unicamp (Universidade Estadual de Campinas).

O boletim atualizado nesta quarta aponta 1.143 casos notificados, 221 pacientes positivos em isolamento domiciliar, 12 internados em UTI, um em tratamento na Unidade Respiratória, 282 casos negativos, 80 em investigação – incluindo cinco óbitos, 62 isolados e 13 internados – e 48 pacientes com gripe em acompanhamento.

Publicidade