11 de agosto de 2020 Atualizado 16:03

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Nova Odessa

Cocato faz desabafo sobre a situação do coronavírus

“Quando acontecer o pior, não vão lembrar que desafiavam, que não acreditavam e levavam a vida como se nada estivesse acontecendo”, escreveu o secretário nas redes sociais

Por Leonardo Oliveira

12 jul 2020 às 15:56 • Última atualização 12 jul 2020 às 20:10

O secretário de Saúde de Nova Odessa, Vanderlei Cocato, usou as redes sociais para fazer um desabafo sobre a situação do novo coronavírus (Covid-19) na cidade. Em uma publicação no Facebook, neste domingo, ele lamentou “ver tanta gente nem aí para o que está acontecendo” e fez um alerta para a população.

Lamentável ver tanta gente nem aí para o que esta acontecendo, duvidando, enfrentando e ainda atacando quem tenta…

Posted by Vanderlei Cocato on Sunday, July 12, 2020

“Eu tenho certeza que, quando acontecer o pior, não vão lembrar que desafiavam, que não acreditavam e levavam a vida como se nada estivesse acontecendo. Vão atacar o sistema de saúde, os profissionais, os gestores, vão ofender, querer quebrar tudo, agredir, gritar, etc”, escreveu.

A publicação foi feita um dia depois de Nova Odessa ter registrado o maior número de casos – foram 40 novas confirmações para a doença neste sábado e um óbito – o do guarda civil municipal Newton Araújo Gino, de 69 anos. Ao todo, a cidade contabiliza 17 mortes e 204 infectados.

O secretário criticou os que seguem duvidando da gravidade do vírus e aqueles que cobram que a prefeitura fiscalize mais. “Aí eu lhe pergunto, somos culpados pela falta de consciência dos outros? De quem é a culpa? Quem tem culpa?”, indagou.

Apesar do aumento no número de casos, aglomerações seguem sendo flagradas pela administração. Uma fiscalização da Vigilância Sanitária encerrou uma confraternização que reunia mais de 20 pessoas em uma área de lazer do Residencial Terra Nova.

Além da Capa
Totalmente paralisado na região desde o início da quarentena de combate ao novo coronavírus, o setor de eventos ainda está “no escuro” sobre quando as atividades poderão ser retomadas, ainda que de forma parcial. Além da indefinição, uma série de dificuldades surgiram por conta da situação. Nesse episódio, o editor Bruno Moreira conversa com o repórter André Rossi sobre o panorama do segmento em Americana e região.