Carol Moura pede afastamento por mais 60 dias

Na última semana, Carol disse ao LIBERAL que estava 'morrendo de vontade' de retornar ao posto, mas não sabia se estaria 'preparada psicologicamente'


A vereadora de Nova Odessa, Carol Moura (Podemos), protocolou na Câmara Municipal nesta segunda-feira (29) um novo pedido de afastamento, válido por 60 dias. A parlamentar está afastada de suas funções desde março para “cuidados médicos”. O documento seria lido durante a sessão desta segunda, que tem um vereador a menos, já que o regimento interno da Casa só permite a convocação do suplente no dia seguinte.

Foto: Reprodução / Facebook
Vereadora Carol Moura pediu afastamento por mais 60 dias em Nova Odessa

Em entrevista exclusiva ao LIBERAL na semana passada, Carol Moura disse que estava “morrendo de vontade” de retornar ao posto, mas não sabia se estaria “preparada psicologicamente” para enfrentar mais “enxurradas públicas”.

Foi a primeira entrevista concedida pela parlamentar desde que veio a tona o fato dela ter sido presa em fevereiro deste ano, acusada de furto numa loja de um shopping de Campinas. Após a divulgação pela imprensa, em março, Carol pediu exoneração do cargo de secretária de Desenvolvimento na prefeitura e se afastou no Legislativo.

O segundo suplente Oséias Domingos (PV), que já vinha ocupando a cadeira, será chamado amanhã. Isso porque o primeiro suplente Wladiney Pereira Brigida, o Polaco (SD), protocolou no dia 22 de abril um novo pedido de licença médica até o final de maio. Ele foi submetido a uma cirurgia de coluna em 22 de fevereiro e já estava afastado.

Não há um limite de tempo para afastamento por licença médica na câmara.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora