Carol Moura tenta mudar Comissão Processante

Vereadora afirma que presença de Leitinho “compromete” trabalho da comissão que vai investigá-la; ela chegou a ser acusada de furto em uma loja


A vereadora de Nova Odessa Carol Moura (Podemos) entrou com pedido de liminar na Justiça para que seja sorteada uma nova formação da CP (Comissão Processante) que a investiga na câmara. O principal argumento é de que um dos membros, o vereador Cláudio José Schooder, o Leitinho (PPS), já teria se posicionado favorável a sua cassação antes mesmo da formação da comissão, que aconteceu no dia 9 de dezembro.

O mandado de segurança foi protocolado na 1ª Vara Cível de Nova Odessa pelo advogado da parlamentar, Antonio Duarte Jr., na última quarta-feira. O pedido de liminar ainda não foi apreciado.

Foto: Arquivo / O Liberal
Carol Moura quer sorteio de nova comissão

A denúncia que originou o procedimento pede que o Legislativo apure a conduta de Carol Moura, que chegou a ser presa acusada de furto a loja de um shopping de Campinas, em fevereiro do ano passado.

Os integrantes da CP foram escolhidos por sorteio. Elvis Ricardo Maurício Garcia, o Pelé (PSB), é o presidente, Carla Lucena (PSDB) é a relatora e Leitinho ficou como membro.

“Um vereador [Leitinho] que externou e adiantou o seu voto, afirmando que ‘era pra cassar ela da maneira certa’ não pode fazer parte da Comissão Processante e, sequer, participar da votação final do relatório, posto que seu impedimento é evidente”, apontou Antonio Duarte na ação.

Receba as notícias do LIBERAL pelo WhatsApp. Envie uma mensagem para ser adicionado na lista de transmissão!

Carol Moura pede que seja sorteada uma nova CP ou ao menos a substituição de Leitinho, determinando a suspensão imediata do processo administrativo até o sorteio do novo membro.

Pede ainda que seja concedido mais prazo para a defesa e realização de perícia médica para “confirmar os problemas físicos, mentais, psicológicos e emocionais narrados pela impetrante, bem como demonstrar o efeito dos medicamentos que determinaram todo o ocorrido”.

A CP já realizou as oitivas e colheu depoimento de Carol Moura. Nesta sexta-feira, a vereadora apresentou a defesa por escrito. Ao LIBERAL, ela afirmou que o pedido para sua cassação é “político”.

De acordo com Pelé, a comissão vai finalizar o relatório final e apresentar em plenário para discussão e votação. Leitinho disse que não comentaria o caso por ser membro da comissão.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora