01 de março de 2021 Atualizado 19:33

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Ajuda

Bombeiros Voluntários de Nova Odessa fazem pedágio solidário

Objetivo dos bombeiros é conseguir uma ambulância e um caminhão-pipa ou autobomba

Por Heitor Carvalho

20 jan 2021 às 11:11 • Última atualização 20 jan 2021 às 15:15

O Corpo de Bombeiros Voluntários de Nova Odessa está fazendo, nesta quarta-feira (20), um pedágio solidário no cruzamento das avenidas Ampélio Gazetta e Eddy de Freitas Crissiuma, no Jardim Bela Vista, em Nova Odessa.

A ação é parte de uma campanha que a corporação está fazendo para conseguir adquirir uma ambulância e também um caminhão-pipa ou autobomba, o que iria melhorar a atuação dos bombeiros na cidade.

Pela manhã, eles ficaram no local arrecadando doações das 6h00 às 9h30 e voltarão à tarde, a partir das 15h30 até às 20h.

Grupo promove pedágio voluntário nesta quarta-feira – Foto: Bombeiros Voluntários de Nova Odessa / Divulgação

Segundo o brigadista Bruno Torres de Oliveira Silva, 31 anos, além do combate a incêndios, o grupo também atua como apoio ao Serviço de Ambulância 192 da cidade.

“Nós precisamos de um veículo de resgate para fazer esse trabalho efetivamente. Nova Odessa só tem duas ambulâncias. Muitas vezes saímos com nosso próprio carro. Eu mesmo já fui com o meu veículo para atender um resgate”, afirmou.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

A corporação é mantida por 65 voluntários, que se revezam em plantões de 12 horas, sendo que cada plantão conta com a presença de oito até doze bombeiros.

A base da corporação, na Rua Sigesmundo Anderman, no Jardim São Manoel, passou a funcionar em 19 de junho de 2019. O imóvel foi doado pela prefeitura, que também arca com os custos de água e energia do imóvel.

Desde que passou a atuar, a corporação já realizou 253 combates a incêndios, 50 atendimentos-pré-hospitalares, um afogamento, dois apoios em enchentes, 45 capturas de animais silvestres e 25 capturas de animais peçonhentos.

Próprio bolso
Como não recebem nenhum tipo de salário por conta do trabalho como bombeiro, muitos deles mantêm um segundo emprego, mas alguns estão desempregados.

“Ninguém recebe nada. O comandante João Carlos da Silva trabalha como bombeiro civil em um shopping de Campinas, eu trabalho em uma fazenda e faço plantão à noite e vários outros também trabalham fora”, contou o brigadista Bruno.

A base opera 24 horas por dia e, além do trabalho voluntários, os brigadistas também arcam com os custos de alimentação, de equipamentos e também dos uniformes.

“Eu chego a gastar com combustível para ir nas ocorrências e alimentação de R$ 200 até R$ 300 por mês. E tem gente que não tem emprego e, mesmo assim, vem aqui ajudar”, concluiu Bruno.

Ajuda do poder público
Apesar de não ser parte do Corpo de Bombeiros da Polícia Militar do Estado de São Paulo e, portanto, não receberem contribuições diretas do poder público, o grupo pede auxílio das autoridades.

Membros do Corpo de Bombeiros Voluntários foram à posse do prefeito Claudio Jose Schooder, o Leitinho (PSD), e dos vereadores eleitos no dia 1.º de janeiro.

Na ocasião, eles postaram em suas redes sociais oficiais que esperam que os políticos eleitos “possam nos dar uma condição melhor para podermos entregar um serviço com muito mais qualidade e rapidez do que já oferecemos”.

Em nota sobre a demanda dos bombeiros voluntários, a Prefeitura de Nova Odessa disse que o pedido do grupo “realmente foi protocolado” e que “já está sob análise da nova gestão”.

Doações
O grupo pretende arrecadar R$ 150 mil. Além da ambulância e de um caminhão para combate aos incêndios, a ideia também é adquirir um alicate hidráulico.

O telefone para atendimento do Corpo de Bombeiros Voluntários de Nova Odessa é o (19) 2216-0193.

Quem quiser fazer doações, pode fazer uma contribuição online através da plataforma Vakinha.

Um depósito em nome da Associação do Corpo de Bombeiros Voluntários de Nova Odessa (CNPJ 32.947.379/0001-38) também pode ser feito na conta corrente 42.412-9, na agência 1.513-0 C do Banco do Brasil.

Publicidade