Após ser chamado de ‘bicheiro’, Bill processa morador

Soldador, que responde a outra ação movida pelo prefeito, usa redes sociais para criticá-lo; Justiça negou liminar ao tucano sobre retirada de imagem


O prefeito de Nova Odessa, Benjamim Bill Vieira de Souza (PSDB), apresentou à Justiça no início deste ano duas ações (uma cível e outra criminal) contra um morador da cidade que o chamou de “bicheiro” nas redes sociais. A postagem citada por Bill nos processos é a foto de uma pichação compartilhada pelo representado. Nela aparece a frase “Cidade onde bicheiro é prefeito… Nois (sic) tem que ser mais que bicho solto”.

O denunciado, um soldador que mora no bairro Mathilde Berzin, ainda fez um comentário sobre a foto: “Os trabalhos e a roubalheira não para (sic)”. A postagem não deixa claro se ele foi o autor da pichação ou se apenas a replicou.

Foto: Arquivo / O Liberal
Defesa do prefeito de Nova Odessa afirma que ataques são pessoais

Mesmo assim, os advogados de Bill consideram o caso uma ofensa. “A atitude do requerido foi imotivada e causou grande transtorno ao requerente, figura pública ilibada. O requerido poderia até responder os questionamentos e indagações do requerente, mas atacá-lo pessoalmente mostra claramente que sua única intenção era denegrir a imagem do requerente”, diz o trecho de uma das ações.

Na esfera cível, o pedido é para que a Justiça determine a remoção da postagem e o pagamento de uma indenização de R$ 10 mil. Um pedido de liminar (decisão provisória) para que a imagem fosse retirada imediatamente do Facebook foi negado pela juíza Eliane Cássia da Cruz, da 1ª Vara Judicial de Nova Odessa.

No processo penal, a defesa do prefeito pede a detenção, por crimes de calúnia, injúria e difamação. Essa ação tramita em segredo de Justiça. Não há prazo para julgamento.

A advogada Priscilla Amaral Rangel Belmonte, responsável pela defesa de Bill nos dois casos, não quis dar entrevista ao LIBERAL sobre o tema. A reportagem não conseguiu contato com o morador acionado judicialmente pelo prefeito.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!