10 de maio de 2021 Atualizado 18:08

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Covid-19

Após 4 contaminações, Nova Odessa cobra planilha diária de asilos

Instituições também foram orientadas a ampliar as medidas de higiene, limpeza e distanciamento

Por George Aravanis

17 jul 2020 às 19:00 • Última atualização 17 jul 2020 às 19:38

Após o registro de quatro casos de Covid-19 em uma casa de repouso de Nova Odessa, a Vigilância Sanitária reforçou o protocolo de segurança nos lares de idosos do município. A partir de agora, as instituições terão de disponibilizar ao órgão uma planilha diária com informações sobre a saúde de todos os moradores e funcionários.

Medidas foram comunicadas em reunião – Foto:

A medida foi comunicada nesta sexta-feira (17) às seis casas da cidade, em reunião realizada na sede da Diretoria em Vigilância em Saúde, órgão vinculado à Secretaria de Saúde.

De acordo com a coordenadora da Vigilância Sanitária, Meria Brito de Jesus, as planilhas deverão conter a aferição da saturação de oxigênio e dos sinais vitais – temperatura corporal, frequência cardíaca, pressão arterial e frequência respiratória.

“No início da pandemia, orientamos todas as casas de repouso da cidade sobre os protocolos a serem seguidos com base em notas técnicas emitidas pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e pelo CVS (Centro de Vigilância Sanitária). Durante nosso trabalho de acompanhamento, verificamos que todas têm cumprido. No entanto, em função do avanço da pandemia, precisamos ser mais rigorosos”, explicou Meria.

Durante o encontro, acompanhado por enfermeiros das instituições, a coordenadora pediu aos representantes para que fiquem atentos a possíveis sintomas e comuniquem imediatamente a Vigilância, caso moradores e funcionários precisem de isolamento ou de cuidados médicos. “Nossa preocupação é com a saúde de todos, tanto funcionários como os idosos residentes”, afirmou Meria.

As instituições foram orientadas a ampliar as medidas de higiene, limpeza e distanciamento. Para evitar contaminação, os funcionários devem trocar de roupa antes e depois de entrar nos lares, redobrar a higiene pessoal, lavando as mãos com água e sabão, disponibilizar álcool gel para uso de todos e manter os ambientes limpos. Além disso, tudo que entrar nas casas – desde alimentos a produtos diversos – deve ser rigorosamente higienizado. As visitas estão suspensas nas casas desde o início da pandemia.

Publicidade