18 de maio de 2022 Atualizado 15:37

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Crime

Suspeito de latrocínio em Monte Mor é preso pela Polícia Militar em Hortolândia

Indivíduo esfaqueado pela vítima foi ao hospital e acabou preso; outros dois comparsas seguem foragidos

Por Caio Possati

29 Abril 2022, às 18h10 • Última atualização 29 Abril 2022, às 18h16

Um dos três  suspeitos de cometer um latrocínio em Monte Mor, no Bairro São Clemente, na madrugada desta sexta-feira (29), foi preso em Hortolândia por policiais militares do 48º BPMI (Batalhão de Polícia Militar do Interior), horas depois da ocorrência.

A vítima foi identificada como Luis Enrique Mataloniz, de 41 anos, que teve a casa invadida pelos assaltantes e, segundo registro policial, morreu depois de reagir à abordagem.

O assalto aconteceu em um prédio residencial que abriga um supermercado no térreo e as residências nos andares superiores. Os três suspeitos teriam invadido o local armados para assaltar a loja, que ainda estava fechada. O grupo, então, rendeu um dos funcionários do estabelecimento, que chegava para trabalhar, dizendo que queriam a presença do gerente.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Para tentar localizá-lo, os assaltantes subiram para o andar dos apartamentos, onde começaram a entrar nas residências dos moradores do prédio. Uma delas foi a de Luis Enrique.

Rendidos, ele e sua família, mais o funcionário do mercado, ficaram separados em diferentes cômodos da casa, sob a supervisão de um dos assaltantes. Enquanto isso, os demais suspeitos passaram a invadir outros apartamentos para tentar encontrar o responsável pelo supermercado.

Foi quando Luis Enrique conseguiu ter acesso a uma faca e golpeou o assaltante que fazia a vigia. Ao gritar de dor, o criminoso, um homem de 26 anos, chamou atenção de um dos comparsas, que teria retornado à casa de Luis e atirado contra o morador.

Depois do assalto, o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi acionado até o prédio, mas a vítima morreu no local. A equipe de perícia também esteve presente e conseguiu recolher pertences dos criminosos para investigação.

O grupo conseguiu fugir levando os celulares do funcionário do mercado, de Luis Enrique e de sua esposa. Contudo, horas depois, o suspeito que foi esfaqueado foi ao Hospital Mário Covas, em Hortolândia, procurar atendimento médico. Ele foi autuado pelos policiais militares, que tiveram a confirmação da família da vítima de que se tratava de um dos assaltantes.

O rapaz foi submetido a cirurgia na parte da manhã e deverá ser preso depois que estiver recuperado do procedimento.

Os outros dois integrantes do grupo não foram identificados e localizados até o fechamento desta matéria. As policiais militar e civil foram procuradas pela reportagem, mas também não responderam aos questionamentos.

Publicidade