24 de novembro de 2021 Atualizado 14:15

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

VIOLÊNCIA

Suspeito de estrangular e matar ex-companheira em Sumaré é preso em Hortolândia

Homem teria ingerido gasolina para se matar, mas foi encaminhado ao UPA do Jardim Amanda

Por Maria Eduarda Gazzetta

24 nov 2021 às 12:24 • Última atualização 24 nov 2021 às 14:15

Cassia foi encontrada com sinais de estrangulamento, o que a levou a óbito – Foto: Reprodução – Facebook

O homem suspeito de matar a ex-companheira estrangulada, na madrugada de sábado (20), em Sumaré, foi preso pela Polícia Militar no fim da manhã desta quarta-feira (24), em Hortolândia.

A vítima, Cássia Aparecida da Silva Galdino, de 34 anos, teve o corpo abandonado em uma área pública de caminhada na Rua Zacarias Lima Viela, no Loteamento Jardim Denadai. O corpo foi encontrado por moradores que caminhavam pela manhã na região.

O LIBERAL apurou que o homem telefonou para a irmã da vítima de um telefone público nesta quarta. Após a ligação, foi possível rastrear o número e localizar o suspeito, que estava em Hortolândia.

https://liberal.com.br/wp-content/uploads/2021/11/homem-que-estrangulou-mulher-em-sumare.mp4

Na abordagem, ele teria dito que iria se matar e que teria ingerido gasolina. Por conta disso, ele foi encaminhado pela polícia à UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Jardim Amanda, onde deve passar por atendimento médico e ficar em observação por cerca de quatro horas.

A previsão é que ele seja levado, posteriormente, à DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) de Sumaré.

Publicidade