16 de junho de 2021 Atualizado 14:26

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

'COMPROMISSO COM A VIDA'

Sem ver queda de casos, Hortolândia adia volta às aulas para julho

Prefeitura cita pandemia do coronavírus e experiências negativas de outras cidades

Por Pedro Heiderich

31 Maio 2021 às 15:56

Aulas seguem remotas em Hortolândia pelo menos até 12 de julho – Foto: Prefeitura de Hortolândia / Divulgação

Sem ver queda considerável de casos do coronavírus (Covid-19) na região, a Prefeitura de Hortolândia adiou novamente a volta às aulas presenciais da rede municipal de ensino, para julho. O município adiou há um mês, retomada que estava prevista para 3 de maio.

Depois, a retomada estava prevista para 14 de junho, mas o Executivo revelou nesta segunda-feira (31) em nota ao LIBERAL que toma a decisão “para reafirmar o compromisso com a saúde e a vida dos profissionais, alunos, comunidade escolar e toda a rede de educação”.

O Protocolo de Retomada das Aulas na Rede Municipal de Educação de Hortolândia será alterado e republicado no Diário Oficial do município nesta segunda, adiando o retorno das aulas presenciais, com previsão de início para 12 de julho, informa a Secretaria de Educação.

“A decisão foi tomada após a avaliação do cenário municipal e regional frente à pandemia, onde o número de casos não está diminuindo consideravelmente, liberando leitos em hospitais”, pontua a nota.

Até sexta-feira (28), Hortolândia registrou 14.836 casos de coronavírus, sendo 517 óbitos. Na ocasião, o número de pacientes infectados e suspeitos, internados era de 102.

A secretaria destaca que “a escola é um organismo vivo e causa um grande movimento na sociedade” e cita experiências negativas. “Foi levada em consideração a experiência de outras cidades que retomaram as aulas presenciais e registraram um aumento no número de casos”.

O LIBERAL no seu e-mail: se inscreva na nossa newsletter

Em Hortolândia, desde abril está autorizada a retomada das atividades escolares presenciais na rede de educação regulada estadual e particular, sendo obrigatório o atendimento aos protocolos de saúde no Decreto do Estado de São Paulo para cada fase.

A rede municipal de educação continuará com aulas remotas, por meio do Portal Educação na Rede e, também, através do programa no canal do YouTube da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia de Hortolândia.

Na RPT (Região do Polo Têxtil), Americanaretomou as aulas presenciais da rede municipal desde a semana passada. Segundo a prefeitura, por ora, não haverá suspensão.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Santa Bárbara d ́Oeste havia adiantado que as aulas voltariam até o fim de maio.

Após reunião com a secretária de Educação, comissão de vereadores que acompanha o tema anunciou que a retomada deveria acontecer nesta segunda (31). A prefeitura afirma que ainda não há previsão.

Nova Odessa e Sumaré anunciaram retomada das aulas presenciais em junho. As prefeituras foram questionadas sobre possível novo adiamento.

A Secretaria de Educação de Nova Odessa informou que a data de retorno das aulas presenciais será definida nos próximos dias, “assim que o Núcleo de Gestão da Covid definir”. A prefeitura de Sumaré ainda não respondeu.

Publicidade