Psicólogo condenado por abuso dava palestras sobre sexualidade

Em 2012, mesmo ano em que os abusos ocorreram, conforme a denúncia, ele palestrou para jovens sobre sexualidade e religião


Foto: Arquivo / O Liberal
Oliveira teve a sua prisão decretada na semana passada, e a mesma foi cumprida nesta segunda pela Polícia Civil, após campana em frente à residência dele

Além de psicólogo, Valter Roberto de Oliveira, condenado em primeira instância a 17 anos de prisão, pelo abuso sexual de duas  irmãs de 17 e 20 anos, também tem no currículo aulas em universidades e palestras. Conforme reportagem publicada em um site de notícias adventistas em 2012 – no mesmo ano em que os abusos ocorreram, conforme a denúncia – ele palestrou para jovens sobre sexualidade e religião.

De acordo com a publicação, no evento, ocorrido em maio daquele ano, em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, Oliveira falou na palestra sobre a sexualidade dentro dos princípios religiosos. O texto traz que o psicólogo “destacou os prejuízos físicos e emocionais da sexualidade precoce”, e disse que problemas psicológicos como depressão, transtornos de ansiedade, instabilidade emocional, isolamento, entre outros, estão ligados à pornografia e a sexualidade precoce.

A matéria tem ainda falas do palestrante: “Durante as palestras, trabalhei com eles de forma a conscientizá-los de que manterem-se puros é uma luta pessoal, que é preciso eliminar a pornografia da vida deles e, que isso só é possível buscando a Deus”.

Oliveira teve a sua prisão decretada na semana passada, e a mesma foi cumprida nesta segunda pela Polícia Civil, após campana em frente à residência dele.

O advogado Alessandro Henrique de Oliveira, que representa o psicólogo, disse ao LIBERAL que Oliveira nega todas as acusações e que a defesa entrará com recurso e fará pedido de habeas corpus para que ele possa responder em liberdade.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!