Presos por tráfico, irmãos dizem que ‘negócio’ é da avó

Com eles a polícia apreendeu porções de crack, cocaína e maconha, além de uma balança e um caderno com anotações do tráfico


Foto: Divulgação - Polícia Militar
Segundo os irmãos, a droga apreendida, assim como o ‘negócio’ pertence a avó deles, que não estava em casa

Dois irmãos foram presos por tráfico de drogas no Jardim Primavera, em Hortolândia, nesta quarta-feira, às 20h30. Pegos em flagrante, eles disseram à Polícia Militar que a avó deles é a responsável pelo ponto de tráfico.

A denúncia recebida pela PM dizia que dois irmãos, um vestido de mulher, estariam vendendo drogas na rua Araçá, na esquina com a rua Guarmirim. Quando a polícia chegou ao local, os suspeitos estavam lá, mas saíram correndo e entraram em uma casa.

Os policiais viram quando um deles dispensou uma sacola e quando o outro jogou ao chão vinte pinos com cocaína, além de R$ 50. Eles foram abordados e, questionados, admitiram que estavam vendendo drogas, mas, segundo eles, o ponto era de responsabilidade da avó deles, que não estava em casa.

Em buscas dentro do imóvel, a PM localizou um saco plástico contendo um pó branco, semelhante à cocaína, uma balança e um liquidificador. No quarto, foi localizado sobre uma cômoda um estojo contendo 76 tubos plásticos com cocaína, 13 porções de maconha e 31 porções de crack embalados em sacos plásticos, R$ 139,50 em notas diversas e um caderno com anotações referentes a contabilidade da venda das drogas.

Os irmãos foram encaminhados à delegacia da cidade, onde foram indiciados por tráfico de drogas e ficaram presos.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora