Plano Cicloviário prevê 72 km de ciclovias interligadas

Na primeira etapa de obras, serão aproximadamente 34 km de ciclovias que, somados aos 8 km que já existem na cidade, totalizam 42 km de ciclovias


A Prefeitura de Hortolândia começa a implantar no município o Plano Cicloviário, desenvolvido para facilitar o deslocamento de ciclistas entre as regiões da cidade. De acordo com a Secretaria de Mobilidade Urbana, o plano prevê um total de 72 quilômetros de ciclovias interligadas, que serão implantados em até 10 anos.

Receba as notícias do LIBERAL pelo WhatsApp

Na primeira etapa de obras, serão aproximadamente 34 km de ciclovias que, somados aos 8 km que já existem na cidade, totalizam 42 km. O plano de expansão de ciclovias na cidade faz parte do PIC (Programa de Incentivo ao Crescimento).

Foto: Prefeitura de Hortolândia / Divulgação
Ao longo de 10 anos, Hortolândia receberá a implantação de 72 quilômetros de ciclovia

O plano conta com a participação de ciclistas da cidade que são parte da Comissão Cicloviária, que é formada também por vereadores. De acordo com a Secretaria de Mobilidade Urbana, o grupo já realizou reuniões com representantes da administração pública para contribuir com o projeto, que garantirá mais segurança e facilidade de deslocamento para quem utiliza a bicicleta como meio de transporte.

“O investimento inicial será de aproximadamente R$ 4 milhões. O recurso é fruto de parceria da prefeitura com o governo federal, pelo plano de desenvolvimento das cidades, além da iniciativa privada. Essas ciclovias também passarão por loteamentos”, explica o secretário de Mobilidade Urbana, Atílio André Pereira.

Ouça o “Além da Capa”, um podcast do LIBERAL

O pontapé inicial para a implantação do Plano Cicloviário já foi dado com as obras de prolongamento da Avenida Panaíno, que vai integrar desde a Avenida da Emancipação até o Jardim Novo Ângulo. O projeto, em andamento, prevê ciclovia com futura interligação até o Parque Remanso das Águas, passando embaixo da Ponte da Esperança, popularmente conhecida como de Ponte Estaiada.

Pereira explica que no plano elaborado estão previstas aproximadamente 16 conexões para a malha cicloviária de Hortolândia.

“Elaboramos um plano de interligação em pontos importantes como o Parque Socioambiental Lago da Fé se interligando ao Creape (Centro de Referência em Educação Ambiental Parque Escola), por exemplo. Para pegar o exemplo de uma ciclovia que já existe, como a da avenida Olívio Franceschini, queremos fazer a interligação com a Vila Real”, explica o secretário.

*As informações são da assessoria de comunicação da Prefeitura de Hortolândia.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora