27 de setembro de 2021 Atualizado 21:16

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Hortolândia

Morre jovem que teve 95% do corpo queimado após explosão dentro de casa

Esposa da vítima, de 19 anos que está grávida, teve ferimentos leves e já recebeu alta médica

Por Pedro Heiderich

26 jul 2021 às 15:18 • Última atualização 26 jul 2021 às 15:32

Morreu na noite deste domingo (25) o jovem que teve 95% do corpo queimado após uma explosão dentro de sua casa na manhã desta sexta-feira (23), em Hortolândia.

A vítima é um encanador de 24 anos. Sua esposa, de 19 anos, grávida de sete meses também sofreu queimaduras leves com a explosão, foi atendida em hospital e teve alta.

O caso aconteceu em uma residência na Rua Ester da Silva Oliveira, no Jardim Lírio.

Segundo a SSP (Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo), o jovem jogou sem perceber uma bituca de cigarro em um galão de gasolina que estava no quarto, provocando a explosão.

O LIBERAL no seu e-mail: se inscreva na nossa newsletter

As duas vítimas foram socorridas pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) até hospitais.

O encanador teve queimaduras de 2º e 3º graus em 95% do corpo e nas vias aéreas. Ele foi levado para o Hospital das Clínicas da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), intubado em estado grave, onde permaneceu internado por dois dias, mas não resistiu.

A mulher teve queimaduras leves na região da barriga e dos pés, foi atendida no Hospital Municipal Mario Covas, em Hortolândia, e liberada.

Após receber alta ainda na sexta-feira, a mulher revelou em depoimento à polícia que acordou e esqueceu de tirar o galão do quarto, e que momentos depois ouviu a explosão e fogo saindo do cômodo, aponta a pasta.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

O caso foi registrado como incêndio culposo e lesão corporal culposa no 1º DP de Hortolândia, que instaurou inquérito policial para apurar os fatos.

De acordo com relato da vizinha Jaqueline Rodrigues, o homem estaria fumando um cigarro dentro do quarto, onde havia um galão de gasolina, que teria causado a explosão.

A mulher dele, grávida de sete meses, jogou água para tentar apagar o fogo no marido e acabou se queimando levemente. No quarto da casa foram encontradas bitucas de cigarro e o galão.

A Defesa Civil de Hortolândia apura as causas da explosão. O órgão relata que, até o momento, não foi notificado para a realização de vistorias para interdição de locais.

Publicidade