21 de janeiro de 2022 Atualizado 22:50

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

7 ANOS

Hortolândia confirma morte de menino de 7 anos por febre maculosa

Esse foi o primeiro óbito da cidade pela doença em 2021; criança morreu no último dia 3

Por Stela Pires

26 nov 2021 às 14:03 • Última atualização 26 nov 2021 às 14:19

Um menino de 7 anos foi a primeira vítima da febre maculosa, transmitida pelo carrapato estrela, de 2021 em Hortolândia. O óbito aconteceu ainda no início do mês, no dia 3, mas foi confirmado pela administração do município somente essa semana.

Em nota, o HES (Hospital Estadual de Sumaré), informou que o paciente foi encaminhado do Hospital Mário Covas para realização de tomografia no HES, evoluindo a óbito. O diagnóstico foi feito após a morte do paciente, através de soro armazenado em soroteca do Hospital Mário Gatti, onde o paciente também foi atendido no pronto-socorro.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Segundo a prefeitura de Hortolândia, são colocadas placas de alerta para a população em locais da cidade onde foi constatada a presença de carrapatos. Além disso, a Secretaria de Saúde realiza a distribuição de materiais informativos para a população com orientações sobre a doença e procurar o serviço médico, caso for necessário.

De acordo com a Secretaria de Saúde de Hortolândia, o município registra até o momento 39 casos suspeitos da doença, 24 casos descartados, 14 aguardam resultado e um óbito, sendo do menino.

A pasta ainda reforça a orientação para que a população tome os cuidados necessários para evitar a febre maculosa, pois a doença pode ser contraída tanto na cidade quanto em outros municípios.

Risco para crianças

Segundo o médico infectologista Arnaldo Gouveia Junior, o agravante da febre maculosa em crianças se deve a demora do diagnóstico. “Muitas vezes elas não contam que foi picada de carrapato e os sintomas podem ser muito parecidos com outras doenças como dengue e outras infecções”, explica.

Os sintomas iniciam entre 2 a 14 dias após a picada do carrapato. A doença causa dor de cabeça, dor no corpo, febre, dor muscular e diarreia. Em adultos, é comum dores de cabeça muito fortes, e nas crianças a diarreia e dores abdominais.

“Se você reconhecer rapidamente o risco, reconhecer que pode ser febre maculosa, uma vez que não dá para esperar os resultado do exame, que é demorado, você iniciar prontamente a medicação, em qualquer faixa de idade o resultado é muito bom”, esclarece o médico.

Publicidade