18 de maio de 2022 Atualizado 15:37

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Novo lar

Irmãs gêmeas de 90 anos que sofriam maus-tratos em Hortolândia saem de abrigo

As idosas viviam em situação insalubre até fevereiro deste ano, quando foram resgatadas e levadas a uma instituição

Por Stela Pires

29 Abril 2022, às 20h11

Duas irmãs gêmeas de 90 anos, que sofriam maus-tratos em Hortolândia, deixaram o abrigo em que estavam desde fevereiro e foram morar com a família.

Conforme noticiado pelo LIBERAL em fevereiro, as idosas foram resgatadas e encaminhadas para uma Instituição de Longa Permanência para Idosos. Na ocasião, o filho de uma delas, de 50 anos, foi detido como suspeito por maus-tratos às duas idosas, mas foi ouvido e liberado.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Desde então, uma assistente social e uma psicóloga da Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social de Hortolândia, vinculadas ao Creas (Centro de Referência Especializado de Assistência Social), trabalharam para que as idosas pudessem voltar a viver com a família.

Nesta segunda-feira (25), depois de dois meses de conversa com a família das gêmeas, as idosas se mudaram para outra cidade e vão viver com uma irmã delas.

“Nossa equipe iniciou os trabalhos de aproximação familiar e hoje conseguimos desacolher as duas e encaminhar para familiares que se responsabilizarão por elas. Estamos felizes com este desfecho”, disse a gerente de Proteção Social Especial, Dusce Oliveira, em nota.

Publicidade