Hortolândia teve 59 imóveis afetados pela chuva

Prefeitura entregou alimentos e roupas, mas ainda há necessidade doações de eletrodomésticos como fogão, geladeira e máquina de lavar roupas


A Prefeitura de Hortolândia concluiu na terça-feira (8) a visita a todas as casas e comércios afetados pela chuva da última semana. De acordo com o levantamento, 59 imóveis sofreram danos com alagamentos ou infiltração.

A prefeitura oferece atendimento permanente a todas as pessoas afetadas, com entrega de cestas básicas, roupas, colchões, produtos de higiene e limpeza, além de móveis. A quantidade de alimentos e roupas arrecadados por doação já é suficiente para atender estas famílias, mas ainda há necessidade de eletrodomésticos como fogão, geladeira e máquina de lavar roupa.

Foto: Prefeitura de Hortolândia / Divulgação
Famílias têm sido monitoradas e atendidas em suas necessidades emergenciais; muitas ainda precisam de doação de móveis

Quem puder colaborar com estes itens, pode acionar a Defesa Civil pelo telefone 199, que uma equipe da prefeitura faz a retirada da mobília.

Ainda há a necessidade de 19 geladeiras, 22 fogões, 18 sofás, 12 televisões, 13 máquinas de lavar, 27 camas com colchão de casal, 21 camas com colchão de solteiro, nove conjuntos de mesa e cadeira e 56 guarda roupas. O relatório foi produzido em parceria pela Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social, Secretaria de Habitação, e Defesa Civil, órgão da Secretaria de Segurança.

De acordo com o levantamento realizado durante as visitas, entre os imóveis afetados, seis são comércios e 53 são casas localizadas em diversos bairros da cidade. Dos imóveis residenciais, 14 precisaram ser interditados, pois apresentam rachaduras e infiltrações; destes, 13 estão em APPs (áreas de preservação permanente) e as famílias passam a ser atendidas com o Auxílio Moradia.

Solidariedade

Desde a noite de sexta-feira (3), quando o maior volume de chuva foi registrado (147mm), equipes da prefeitura realizam atendimento às famílias das áreas alagadas. Durante o final de semana, a administração mobilizou mais de 300 pessoas, entre servidores e voluntários, para prestar atendimentos emergenciais, como auxílio na limpeza de imóveis, fornecimento de 500 litros de cloro e remoção de móveis inservíveis, por meio da Operação Cata Bagulho.

A solidariedade da população fez a diferença e foram arrecadadas 1,2 toneladas de alimentos, suficientes para montar 400 cestas básicas. Além das famílias afetadas pela chuva, as cestas foram destinadas aos CRAS (Centros de Referência em Assistência Social), unidade da prefeitura responsável pelo atendimento de pessoas em situação de vulnerabilidade social.

Também receberam alimentos doados a Casa Abrigo, o Funsol (Fundo Social), e entidades cadastradas no CMDCA (Conselho Municipal da Criança e do Adolescente).

As informações são do Departamento de Comunicação da Prefeitura de Hortolândia.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!