Hortolândia suspende realização de exames eletivos

A medida preventiva visa evitar a propagação do coronavírus na cidade


A Prefeitura de Hortolândia anunciou, no último sábado, a suspensão de exames ou procedimentos eletivos (que não são de urgência ou emergência) até o dia 1º de abril. A medida preventiva visa evitar a propagação do coronavírus na cidade.

Receba as notícias do LIBERAL pelo WhatsApp. Envie uma mensagem para ser adicionado na lista de transmissão!

“Devemos reduzir o fluxo de pessoas nos serviços de saúde para exames ou procedimentos eletivos”, informou a administração, em nota.

Os exames que serão suspensos são:

– Ultrassom (com exceção dos obstétricos), realizados no Ambulatório de Especialidades;

– Endoscopia e colonoscopia, realizados no Hospital Municipal Mário Covas.

Neste domingo, Hortolândia informou que investiga 9 casos suspeitos de coronavírus. Desses nove pacientes, 8 estão em isolamento domiciliar e um foi encaminhado para unidade de saúde de outro município por meio da Cross (Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde). Não há nenhum caso confirmado na cidade.

Atividades suspensas

Na última sexta-feira, a Prefeitura de Hortolândia já havia cancelado dois eventos marcados para maio – a Festa do Peão e o 3º Festival de Música Educando para o Talento. O município também suspendeu as ações promovidas no Centro de Convivência da Melhor Idade; nos Cras e os eventos das secretarias de Cultura e Esportes.

A administração também criou, na sexta, o Comitê para Prevenção e Enfrentamento do Coronavírus, grupo composto por representantes de diversas secretarias com o objetivo de implantar ações de prevenção e controle da doença.

Além da Capa, o podcast do LIBERAL

A edição desta semana do podcast “Além da Capa” fala sobre a pandemia do Covid-19, o novo coronavírus, e seus impactos nas cidades que fazem parte da RPT (Região do Polo Têxtil). Ouça:

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora