20 de abril de 2021 Atualizado 14:07

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Hortolândia

Hortolândia proíbe aulas presenciais nas escolas estaduais e particulares

Decisão foi tomada por conta da fase vermelha do Plano São Paulo; atendimento no paço municipal foi suspenso

Por André Rossi

05 mar 2021 às 20:06

A Prefeitura de Hortolândia suspendeu as aulas presenciais das escolas estaduais e particulares da cidade durante a fase vermelha no Plano São Paulo. A medida foi anunciada nesta sexta-feira (5) e engloba as unidades municipais, cujo retorno presencial já havia sido adiado para 5 de abril.

Hortolândia foi a única cidade da RPT (Região do Polo Têxtil) a tomar tal atitude até o momento. A suspensão das aulas e do atendimento presencial em órgãos públicos vale até o dia 16 deste mês para conter o avanço da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

“Escolas públicas (municipais e estaduais) e particulares, de todas as modalidades (da Educação Infantil ao Ensino Superior) também estão proibidas de realizar atividades presenciais”, ressaltou a prefeitura, em nota.

A assessoria de imprensa da Secretaria de Educação do Estado confirmou na noite desta sexta-feira que a decisão municipal será cumprida, ou seja, não haverá atividades presenciais nas escolas estaduais da cidade.

Outros setores

No paço municipal, o atendimento in loco já está suspenso desde quinta-feira (4). Durante a fase vermelha, apenas o comércio considerado essencial pode funcionar, como supermercados, postos de combustíveis, transporte coletivo, entre outros.

Seguindo o decreto estadual, as atividades religiosas serão mantidas como essencial. Porém, precisam respeitar a limitação de horário e de público (30% da capacidade), a distância mínima de 2 metros entre as pessoas, além de adotar intervalo mínimo de 1h30 entre duas programações.

Templos e igrejas devem encerrar as atividades às 20h.

Publicidade