Hortolândia investe em obras de paisagismo

Obras incluem troca da iluminação por LED, implantação de projetos de paisagismo, construção de portais de acesso e reestruturação viária


A Prefeitura de Hortolândia vem realizando investimentos em melhorias na cidade por meio do PIC (Programa de Aceleração do Crescimento), que  prevê investimentos de cerca de R$ 400 milhões para promover o desenvolvimento urbano, ambiental, social e humano para que o município cresça com planejamento e sustentabilidade nos próximos 30 anos.

As intervenções previstas em vias de grande circulação de veículos, em todas as regiões da cidade, abrangem troca da iluminação por lâmpadas LED, implantação de projetos diferenciados de paisagismo, construção de portais de acesso e reestruturação viária, conjunto de ações que visam garantir um trânsito mais seguro e eficaz.

Foto: Prefeitura de Hortolândia / Divulgação
Obras de paisagismo têm como foco a revitalização de algumas vias de Hortolândia

De acordo com informações da Secretaria de Planejamento Urbano e Gestão Estratégica, cada avenida receberá, pelo menos, 100 novas espécies nativas de árvores.

Em cada uma das regiões da cidade, o projeto de paisagismo contemplará um conjunto de espécies, garantindo harmonia entre flores coloridas e folhagens. Conforme explica o secretário de Planejamento Urbano, Carlos Roberto Prataviera Junior, as plantas escolhidas são adequadas para o plantio em canteiros central e nas margens das avenidas.

“São espécies de manutenção simples e com grande durabilidade, pois não precisarão ser trocadas com frequência. Além disso, evitamos a escolha de árvores frutíferas, que são melhor indicadas para parques onde há maior circulação de pessoas. As raízes das plantas também são pequenas e não afetam as calçadas”, exemplificou.

Nas obras desde a Estrada Teodor Cundiev até a rua Luiz Camilo de Camargo, incluindo a avenida Tereza Ana Cecon Breda, o paisagismo será composto por Cipreste Italiano, Ixoras amarela e vermelha e Barbatimão.

Na Avenida São Francisco de Assis, desde o Parque do Horto até a região central, e na avenida Santana, no Jd. Amanda, as espécies plantadas serão árvores Pata de Vaca, Palmeira Jerivá e arbustos de Azaleia.

Na nova rua que será aberta paralela à linha férrea, desde a região central até a Estrada do Panaíno, passando pela avenida Sabina Baptista de Camargo, haverá Ipê branco, Palmeira Rabo de Raposa, flores de Agapanto, Barbatimão, Jacarandá Mimoso, e arbustos de Clorofito e Trapoeraba Roxa.

Já na Estrada do Panaíno e na Avenida Ytamaracá, que se unirão e farão a ligação do Jardim Nova Europa até o Hospital Municipal, os canteiros terão espécies como Flor de Leopardo, Unha de Vaca e Palmeira Rabo de Raposa.

As principais avenidas de Hortolândia terão, ainda, portais de acesso, sinalizando aos visitantes que chegaram à cidade. O PIC prevê quatro estruturas, que terão formato de uma ponte estaiada.

Os portais ficarão na Avenida da Emancipação, no acesso pela SP-101; Avenida Thereza Ana Cecon Breda, no bairro Chácara Recreio Alvorada; na Avenida São Francisco de Assis, no Parque do Horto; e na Avenida Pau Brasil, no Jardim Conceição. Os três primeiros terão marcadores de horário e temperatura. Já o do Jardim Conceição será somente decorativo.

A Avenida da Emancipação, além de receber o portal, também faz parte das avenidas que terão projeto paisagístico. No entanto, por causa da rede elétrica, a Prefeitura estuda quais as espécies melhor indicadas para esta via.

“Se somarmos as espécies que serão plantadas nas avenidas e as que ficarão nos parques, o PIC garantirá a ampliação da área verde da cidade em mais de 100 mil mudas. O município tem projetos para 11 intervenções ambientais, incluindo cinco novos parques lineares, que vão ampliar a área verde em 417 mil metros quadrados, o equivalente a 1,88 metros quadrados por habitante. Hortolândia será uma cidade muito mais verde”, enfatizou o secretário.

As informações são da assessoria de comunicação da Prefeitura de Hortolândia.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora