17 de setembro de 2021 Atualizado 15:14

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Hortolândia

Hortolândia inicia obra de nova central de monitoramento

Espaço permitirá que novos serviços sejam integrados ao monitoramento, com integração das forças de segurança do município

Por Redação

03 set 2021 às 08:45

A Prefeitura de Hortolândia anunciou que começou a obra para instalar uma nova Central de Monitoramento de Trânsito na cidade. Apesar de já dispor de uma central, o novo espaço permitirá que mais serviços sejam integrados ao monitoramento, com integração das forças de segurança do município.

Nova Central de Monitoramento está em obras, com previsão de serem finalizadas em setembro – Foto: Prefeitura de Hortolândia / Divulgação

A obra foi iniciada no dia 25 de agosto e deve terminar no fim de setembro. A central será instalada no prédio onde funcionava o auditório e observatório de contação de histórias Professora Andréia Marise Borelli, localizado na Rua Francisco Guimarães de Oliveira, 130, no Remanso Campineiro.

Neste espaço, agentes da Secretaria de Mobilidade Urbana poderão observar de perto as imagens geradas pelos equipamentos de fiscalização eletrônica em funcionamento na cidade atualmente, tais como radares fixos e de avanço semafórico, lombadas eletrônicas e câmeras 360° que acompanham o trânsito e a segurança do munícipe, em geral, em locais estratégicos. A futura central, que contará com 12 telas, oito no sistema vídeo wall (série de monitores conectados fisicamente em arranjo, de modo a formar uma grande tela) e 18 estações de trabalho, está sendo implantada.

“No médio prazo, o objetivo da Secretaria de Mobilidade Urbana é trazer novos serviços para a central, integrando o controle dos semáforos, transporte escolar, iluminação pública e câmeras de segurança. Um dos pontos mais interessantes sobre a central é a cerca eletrônica, que permite identificar veículos roubados e acionar a Polícia Militar assim que eles são localizados”, afirma o diretor de Planejamento e Projetos, Ricardo Barbosa.

Entre os equipamentos integrados à central estão 10 pontos de câmera móvel, dois com câmeras 360° para fiscalizar tudo o que acontece em volta 24h por dia e 68 faixas de rolamento para equipamentos de fiscalização eletrônica.

Publicidade