Hortolândia é 6ª melhor em mercado de trabalho

Prefeito Antonio Meira (PT) diz que resultado é fruto das políticas públicas para atração de empresas para a cidade


Hortolândia ocupa a 6ª colocação em mercado de trabalho entre as cidades brasileiras de médio porte, conforme aponta o ranking dos municípios, divulgado pela revista IstoÉ em setembro. As cidades constantes no ranking receberam o selo “As melhores cidades do Brasil”, que atesta a eficiência na gestão municipal. O selo foi entregue pela revista, nesta semana, ao prefeito Antonio Meira (PT).

Foto: Marcelo Rocha / O Liberal
Chefe do Poder Executivo de Hortolândia recebeu selo da revista IstoÉ, que atesta a eficiência na gestão municipal

Para o prefeito, o desempenho de Hortolândia é resultado das políticas públicas do município, que investe em infraestrutura, geração de emprego e renda e qualidade de vida. “Planejamento é palavra de ordem no nosso governo. Tratamos o dinheiro público com respeito. Trabalhamos para ampliar a qualidade de vida na cidade e oferecer oportunidade para que as pessoas cresçam junto com o município”, disse Meira.

Os investimentos públicos em obras e infraestrutura acompanham o desenvolvimento econômico e social registrados em Hortolândia, nos últimos 10 anos, quando o PIB (Produto Interno Bruto) saltou de R$ 1,7 bilhão para R$ 8 bilhões. Neste período, a renda média do trabalhador foi de R$ 870 para R$ 3,6 mil.

No último ano, foram criados 15.941 novos postos de trabalho, segundo dados da Secretaria de Indústria, Comércio, Serviços e Turismo. Em janeiro deste ano, foram contabilizados 42.617 empregos formais em Hortolândia. Entre os que mais crescem estão os setores de comércio e serviços, que continuam em forte expansão.

Com um crescimento econômico de 15% ao ano, Hortolândia tem índice de desemprego de 2% da PEA (População Economicamente Ativa), situação considerada de pleno emprego.

São mais 500 indústrias, quase 3 mil comércios e 3.100 prestadores de serviço, fortalecendo a geração de emprego na cidade, aumentando a renda do trabalhador e colaborando para o crescimento da massa salarial, de acordo com a secretaria de Indústria, Comércio, Serviços e Turismo.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora