25 de fevereiro de 2021 Atualizado 18:54

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Hortolândia

Prefeitura de Hortolândia adia retorno presencial de aulas para 5 de abril

Previstas para março, atividades presenciais foram adiadas em razão do avanço da pandemia

Por Marina Zanaki

18 fev 2021 às 16:10 • Última atualização 18 fev 2021 às 17:39

As aulas da rede municipal foram retomadas no dia 8 de fevereiro de maneira remota - Foto: Prefeitura de Hortolândia/Divulgação

O retorno das aulas presenciais na rede municipal de ensino de Hortolândia foi adiado para 5 de abril. Inicialmente previstas para voltarem em março, as atividades presenciais sofreram mudança em decorrência do avanço da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

As aulas da rede municipal foram retomadas no dia 8 de fevereiro de maneira remota. O planejamento inicial da prefeitura previa que a partir de março começasse o ensino híbrido, com parte das aulas presenciais e parte à distância.

“É importante ressaltar que a nossa diretriz é a de proteção à vida. A escola é um organismo vivo, com grande circulação de pessoas e, mesmo em regime de revezamento, com capacidade reduzida de alunos e ocupação menor de 35%, é arriscado”, declarou o secretário de Educação, Ciência e Tecnologia, Fernando Moraes.

“Estamos observando as informações que os órgãos oficiais de saúde e as autoridades sanitárias nos apresentam e entendemos que não é o momento ainda dessa retomada presencial. Temos nos preparado, organizado com os protocolos de segurança e com o investimento também para que a escola possa se adaptar a esse novo momento”, afirmou Fernando.

A rede municipal de ensino de Hortolândia conta, atualmente, com mais de 26 mil alunos e 2 mil profissionais. A determinação é válida para os alunos da Educação Infantil, do Ensino Fundamental, da Educação Integral I e da EJA (Educação de Jovens e Adultos) das 58 unidades escolares próprias, bem como para os alunos das escolas conveniadas via programa Bolsa Creche.

Com a determinação, publicada nesta quinta-feira no Diário Oficial do município, as aulas seguem de maneira remota via postagem de atividades pedagógicas no espaço “Educação na Rede”.

No Diário Oficial, a Secretaria de Educação justificou que a medida foi adotada considerando “o aumento contínuo de casos de contaminação pelo novo coronavírus no município”  e como forma de “resguardar a saúde da coletividade na prevenção do contágio, no combate à propagação do coronavírus no município e na preservação da vida”.

O prefeito de Hortolândia, Ângelo Perugini, está internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) após ter contraído o coronavírus. De acordo com a última atualização, enviada na quarta-feira pela prefeitura, seu estado é estável, mas requer cuidados.

Publicidade