26 de julho de 2021 Atualizado 17:03

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

POLÍCIA

Casal procurado por homicídio de PM é preso pela DIG em Hortolândia

Homicídio aconteceu em Dois Córregos, na região de Bauru, em 2019, durante perseguição a duas caminhonetes

Por Pedro Heiderich

22 jul 2021 às 17:24 • Última atualização 22 jul 2021 às 17:52

DIG de Americana prendeu os suspeitos de matar o policial – Foto: Reprodução

Um casal procurado pelo homicídio de um policial militar foi preso em Hortolândia nesta quinta-feira (22), pela DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Americana.

O homicídio que matou Marcelo Reinaldo Gardinal, 43, aconteceu em 18 de fevereiro de 2019, em Dois Córregos, na região de Bauru. O policial militar foi alvejado com tiros de fuzil, por ladrões especializados em furtar caixas eletrônicos.

Segundo a DIG, os suspeitos “dispunham de armamento sofisticado e de alto poder bélico” e eram procurados.

Marcelo participava de perseguição aos ladrões, que estavam em duas caminhonetes, quando, segundo a polícia, os suspeitos viraram o veículo de encontro com os policiais e efetuaram disparos contra a viatura.

Marcelo foi atingido pelos criminosos com tiros de fuzil na cabeça, braço e perna. O homicídio ocorreu na Rodovia Amauri Barroso de Souza, em Dois Córregos. Outros envolvidos no crime são procurados.

O LIBERAL no seu e-mail: se inscreva na nossa newsletter

Nesta quinta-feira pela manhã, a DIG de Americana deflagrou a Operação Lex Reditus, para cumprir mandados de prisão temporária e de busca e apreensão domiciliar expedidos pela Comarca de Dois Córregos contra o casal suspeito de matar o policial.

Com apoio de policiais do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais) de Piracicaba, a DIG de Americana prendeu no Parque Orestes Ongaro, em Hortolândia, um ajudante geral de 37 anos e uma doméstica de 38 anos.

Suspeitos de participar do crime, eles foram conduzidos por equipe da DIG de Jaú até uma cadeia da região.

Publicidade