Após estuprar e trancar ex por uma semana, homem volta e a ataca de novo

O homem agrediu a ex-companheira com uma barra de ferro na noite desta segunda-feira e foi rendido por populares até a chegada a Polícia Militar


Um motorista de 41 anos foi preso após invadir a casa da ex-namorada, de 37 anos, e agredi-la com uma barra de ferro na noite desta segunda-feira (10), em Hortolândia. Ele chegou a ser agredido por populares até a chegada a PM (Polícia Militar).

Ele é investigado pela polícia por estuprar e manter a ex-companheira em cárcere privado, segundo um boletim de ocorrência registrado no último dia 1º. Ela chegou a entrar com pedido de medida protetiva, ainda não concedido.

Receba as notícias do LIBERAL pelo WhatsApp. Envie uma mensagem para ser adicionado na lista de transmissão!

De acordo com informações do boletim de ocorrência do caso de ontem, o motorista invadiu a casa da ex-namorada, no Jardim Malta, às 19h22 de segunda-feira e começou a agredi-la verbalmente. Ele ainda a ameaçou de morte.

Neste momento, o pai da vítima interveio na briga, pedindo o fim da discussão, porém, o homem pegou uma barra de ferro e atingiu a mulher na cabeça.

Foto: Governo do Estado de São Paulo
Polícia Militar foi acionada para atender o caso

Ao verem a cena, os vizinhos adentraram o imóvel, arrastaram o motorista para fora da residência e começaram a agredir o motorista. A violência só cessou com a chegada da PM (Polícia Militar). Os populares fugiram do local ao perceberem a viatura e não consta no registro policial quantas pessoas participaram da agressão.

Ainda de acordo com o boletim de ocorrência, a mulher relatou aos policiais que dias antes, na madrugada do dia 1º de fevereiro, tinha registrado um boletim contra o ex-namorado por lesão, estupro e cárcere privado. Ela havia solicitado medida protetiva, contudo o pedido ainda não tinha sido concedido.

Na denúncia em questão, registrada na delegacia de Hortolândia, às 03h37 do dia 1º, a vítima relata que o ex-namorado a agrediu fisicamente, a obrigou a fazer sexo contra a sua vontade a ainda não a deixou sair da residência pelo período de uma semana.

Após os depoimentos da noite desta segunda-feira (10), o agressor foi encaminhado para atendimento médico na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Rosolem. No laudo médico, foram constatados hematomas, edemas e escoriações. A mulher também passou por atendimento médico na unidade.

A vítima e o agressor foram apresentados no plantão policial de Hortolândia, onde foi registrado um boletim de violência doméstica e ameaça. O caso será investigado.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora