Hortolândia fica sem água até quarta

O abastecimento ficou comprometido na cidade após o rompimento de uma adutora


Com o abastecimento de água comprometido desde a noite deste domingo (30), o município de Hortolândia deve ter o problema solucionado apenas na quarta-feira (30).

Segundo a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), a falta de água teve início ontem à noite, após o rompimento da adutora de água bruta, que leva a água do Rio Jaguari à ETA (Estação de Tratamento de Água) no Jardim Boa Esperança.

A forte chuva que atingiu a região neste domingo fez com que um córrego transbordasse próximo da estrada Valêncio Calegari, no limite entre Hortolândia e Sumaré, trecho onde passa a tubulação da adutora. [\img]Com o transbordamento, a água levou parte da estrutura de uma ponte, sendo que uma viga de concreto se chocou contra a tubulação da adutora, causando o rompimento.

De acordo com o gerente de divisão da Sabesp em Hortolândia, Alinar Silva Lima, no momento do rompimento, a ETA recebia e tratava 900 litros de água por segundo, sendo que o reservatório de 10 milhões de litros estava cheio.

Após o rompimento, a água captada no Jaguari não consegue alcançar a ETA, o que impede que mais água seja tratada. “O que havia de reserva já foi utilizado nesta manhã para abastecer a cidade”, afirmou Lima.

A companhia está providenciando a manutenção da tubulação. A previsão da Sabesp é que o abastecimento seja normalizado na quarta-feira (30/12). A Sabesp orienta a população para economizar água, fazendo uso consciente do volume armazenado em caixas d’água domiciliares.

Durante o período de desabastecimento, o Hospital Municipal e Maternidade Mário Covas, além das unidades de saúde, vão receber água de caminhões pipa, informou a Sabesp.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora