13 de junho de 2021 Atualizado 08:37

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Covid-19

Viracopos finaliza imunização de trabalhadores contra coronavírus

No total, 6,8 mil profissionais que atuam no aeroporto de Campinas foram vacinados; a ação terminou na quinta-feira

Por Marina Zanaki

04 jun 2021 às 15:37 • Última atualização 04 jun 2021 às 15:52

O Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, finalizou nesta quinta-feira (3) a imunização de 6,8 mil profissionais contra o novo coronavírus (Covid-19). A ação foi realizada no próprio aeroporto e teve início em 29 de maio. A previsão inicial divulgada é que a imunização seria concluída até 2 de junho.

Foram vacinados profissionais que atuam nas áreas de administração aeroportuária, empresas de limpeza e sanitização, empresas aéreas de passageiros nacionais (equipe de solo, tripulantes e comissários baseados em Viracopos), empresas de handling, catering, vigilância, serviços auxiliares de transportes aéreos (Esatas), órgãos públicos que ainda não foram vacinados por campanhas específicas, lojas e restaurantes, assim como locadoras de veículos.

Articuladora do Programa Municipal de Imunização, Ana Cecília Zuiani Zocolotti disse, na ocasião do início da campanha, que a imunização atende a uma urgência sanitária da categoria.

“A vacinação é uma das medidas fundamentais para contribuir no controle da pandemia, diminuindo o número de pessoas suscetíveis à doença e de casos graves. Esses profissionais estão na linha de frente ao atendimento dos passageiros do transporte aéreo e estão mais expostos a infeção pelo novo coronavírus”, explicou.

A meta era imunizar cerca de 7 mil profissionais aeroportuários, aeroviários e aeronautas, que estão na linha de frente de atendimento nas operações com passageiros.

Na avaliação da enfermeira Kamila Belo, que atua no apoio técnico ao Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa), a meta foi atingida, superando o estabelecido pelo Estado de São Paulo.

O total será completado com a imunização das grávidas que atuam no aeroporto. Seguindo recomendação da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), elas receberão a CoronaVac, do Instituto Butantan com a Sinovac. A aplicação será feita em um centro de imunização a ser divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde e administração de Viracopos.

A Prefeitura de Campinas orientou os funcionários que perderam a vacinação na data agendada – por exemplo, em função de voos – a fazer o reagendamento nos centros de imunização.

A campanha foi realizada pela Secretaria de Saúde de Campinas em parceria com a concessionária Aeroportos Brasil Viracopos S.A e seguiu o Programa Nacional de Imunização e os planos estadual e municipal. A imunização desse grupo busca proteger profissionais que estão na linha de frente ao atendimento dos passageiros do transporte aéreo e estão mais expostos a infecção pelo novo coronavírus.

“Os funcionários do aeroporto que não foram contemplados nessa fase inicial devem acompanhar a programação de suas cidades. Aqueles que já atendem os critérios de vacinação dos grupos prioritários de seus municípios (moradores de Campinas podem conferir os grupos contemplados no site vacina.campinas.sp.gov.br) devem fazer a vacinação nos Centros de Imunização locais”, orientou o município.

Publicidade