11 de abril de 2021 Atualizado 20:31

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Campinas

TCE-SP rejeita contas da Câmara de Campinas de 2017

Câmara era presidida pelo hoje deputado estadual Rafa Zimbaldi; em nota, deputado afirma que irá recorrer assim que for notificado

Por Milton Paes

26 mar 2021 às 18:39

Assessoria de Rafa Zimbaldi informou que decisões dessa natureza não geram prejuízo político ao parlamentar - Foto: Alesp - Divulgação

As contas da Câmara de Campinas referentes ao exercício de 2017 foram julgadas irregulares pela Primeira Câmara do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP). O julgamento ocorreu na terça-feira (23), por meio de videoconferência. Em 2017, a Câmara de Campinas era presidida pelo hoje deputado estadual Rafa Zimbaldi. O parlamentar concorreu a prefeitura de Campinas em 2020. A decisão cabe recurso.

A sessão foi presidida pelo Conselheiro Antonio Roque Citadini e integrada pelos Conselheiros Edgard Camargo Rodrigues e Sidney Estanislau Beraldo. A Procuradora Letícia Formoso Delsin Matuck Feres representou o Ministério Público de Contas (MPC) e o procurador Luiz Claudio Manfio representou a Procuradoria da Fazenda Estadual (PFE).

Acompanhe a cobertura do LIBERAL sobre Campinas

O deputado Estadual Rafa Zimbaldi, então presidente da Câmara de Campinas no período de 2015-2016 e 2017-2018, informa que ainda não foi notificado em relação ao processo, mas adiantou que quando notificado, irá recorrer dos pontos julgados como irregulares.

A assessoria de Rafa Zimbaldi informou que decisões dessa natureza não geram prejuízo político ao parlamentar, pois não são oriundos de má fé e não acarretam danos ao erário público.

A Câmara de Campinas aguarda a publicação da decisão, para que tanto a assessoria jurídica da casa quanto o ex-presidente Rafa Zimbaldi possam recorrer. O Legislativo de Campinas segue firme no propósito de aperfeiçoar ferramentas de controle e corrigir eventuais erros.

Publicidade