26 de fevereiro de 2021 Atualizado 18:29

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Plano SP

Governo de SP derruba fase vermelha aos finais de semana

Medida foi adotada após queda nas internações no Estado de São Paulo

Por Marina Zanaki

03 fev 2021 às 13:12 • Última atualização 04 fev 2021 às 14:58

O governador João Doria (PSDB) derrubou a vigência da fase vermelha aos finais de semana para as cidades classificadas na fase laranja do Plano São Paulo. Esse é o caso do DRS (Departamento Regional de Saúde) de Campinas, do qual Americana e região fazem parte.

Durante a semana, a autorização para serviços não essenciais continua das 6h às 20h. Esse também é o horário de funcionamento permitido aos finais de semana.

A autorização passa a valer já neste final de semana. Com isso, estão autorizados a funcionar comércio, restaurantes e demais setores liberados na fase laranja, segundo o governador. A decisão foi adotada após o governo sofrer pressão do setor de bares e restaurantes, que realizou um ato na capital paulista na semana passada.

Doria justificou que a medida foi adotada após queda nas internações no Estado de São Paulo. Houve de fato redução por duas semanas consecutivas, e a semana atual (que ainda não foi finalizada) registra 1.406 novas.

Os novos casos da doença, contudo, aumentaram 5% na semana passada e estão acima do pico da pandemia, em agosto. Foram 11.238 na semana passada, superior ao ápice de 10.828 no ano passado.

Na região de Campinas, os leitos de UTI Covid-19 têm 70% de ocupação nesta quarta-feira. O limite para a fase vermelha é de 75%.

“O Governo de São Paulo, com o Centro de Contingência, entende que podemos permitir que atividades de final de semana sejam retomadas em todo o Estado de São Paulo. Isso porém não deve compreender falta de cuidado. Obrigatoriedade de máscara, uso de álcool em gel e distanciamento físico são obrigatórios”, destacou o governador.

Coordenador do Centro de Contingência, Paulo Menezes disse que acompanha com “alívio” a redução nas internações, mas alertou que a pandemia ainda está em um patamar alto.

“Estamos felizmente nesse momento de estabilização e início da redução da transmissão, mas em patamar ainda muito alto, semelhante ao que tinha em julho e agosto do ano passado. As regiões de saúde do interior têm mostrado maior transmissão com reflexo nos indicadores, e não é à toa que muitas estão classificadas em vermelho”, disse o médico. Atualmente, seis regiões estão na fase vermelha.

Na etapa laranja, academias, salões de beleza, restaurantes, cinemas, teatros, shoppings, concessionárias, escritórios podem funcionar por até oito horas diárias, com atendimento presencial limitado a 40% da capacidade, com início às 6h e encerramento às 20h. Os parques também estão liberados nesta fase. O consumo local em bares está totalmente proibido.

A venda de bebidas alcoólicas em lojas de conveniência só pode ocorrer entre 6h e 20h. Somente a partir da fase verde, a mais branda, é que essa comercialização poderá voltar a ser feita sem restrições.

Uma nova reclassificação do Plano São Paulo está marcada para esta sexta-feira.

Publicidade