05 de maio de 2021 Atualizado 15:23

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Covid-19

Campinas ultrapassa a marca de 3 mil mortos em função do novo coronavírus

Com mais 25 mortes informadas, cidade chegou a 3.006 óbitos; total de casos confirmados é de 92.272

Por Milton Paes

29 abr 2021 às 18:22 • Última atualização 29 abr 2021 às 18:24

Campinas ultrapassou nesta quinta-feira (29) a triste marca de 3 mil vidas perdidas para o novo coronavírus (Covid-19). Segundo a Secretaria de Saúde, foram contabilizadas 25 mortes, totalizando 3.006 óbitos.

Dos novos casos fatais, 14 eram mulheres e 11 eram homens. Vinte e duas pessoas tinham doenças preexistentes e três não tinham comorbidades. Segundo a faixa etária, 18 vítimas tinham mais de 60 anos e sete tinham entre 28 e 57.

O LIBERAL no seu e-mail: se inscreva na nossa newsletter

Também foram registrados 351 novos casos, totalizando 92.272 pessoas contaminadas desde o início da pandemia.

A boa notícia é que a aplicação de vacinas avança na cidade. No balanço consta que já foram aplicadas 309.783 doses de vacina contra a Covid-19 em Campinas. Desse total, 190.976 pessoas receberam a primeira dose e 118.807 pessoas também foram imunizadas com a segunda dose.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Leitos
Campinas conta nesta quinta-feira com 373 leitos de UTI exclusivos para pacientes com Covid-19 nas redes pública municipal e particular de saúde. Deste total, 309 estão ocupados, o que corresponde a 82,84%.

No SUS municipal são 161 leitos, dos quais 161 estão ocupados, o que equivale a 100%. Na rede particular são 212 leitos, dos quais 148 estão ocupados, o que equivale a 69,81%. Há 64 leitos vagos. Há 308 pessoas internadas em enfermaria.

Existem 20 pacientes com Síndrome Respiratória Aguda Grave à espera de leitos de enfermaria e de UTI no SUS municipal. Destes, sete aguardam leito de UTI e 13 de enfermaria.

No SUS estadual, o HC da Unicamp tem 34 pacientes internados em enfermaria e 25 pessoas em UTI em atendimento para Covid-19. No AMR (Ambulatório Médico de Especialidades) são cinco pessoas internadas em enfermaria e sete em UTI.

Publicidade