11 de maio de 2021 Atualizado 10:43

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Campinas

Campinas dá início a vacinação contra gripe nesta segunda-feira

Cronograma é composto por três etapas, que seguem até 9 de julho; quem tomou a vacina contra Covid deve esperar 14 dias para tomar a vacina da gripe

Por Milton Paes

11 abr 2021 às 17:46 • Última atualização 11 abr 2021 às 17:50

Vacina é em dose única e protege contra Influenza A (H1N1 e H3N2) e Influenza B - Foto: Manoel de Brito - Prefeitura de Campinas

Campinas inicia nessa segunda-feira (12), a partir das 8h, a campanha de vacinação contra a gripe. O cronograma é composto por três etapas, que seguem até 9 de julho. A vacina é em dose única e protege contra Influenza A (H1N1 e H3N2) e Influenza B.

Na primeira etapa, que vai de segunda-feira até 10 de maio, serão imunizados trabalhadores da Saúde, indígenas, gestantes, mulheres com até 45 dias após o parto (puérperas) e crianças com idade a partir de 6 meses até cinco anos completos.

Acompanhe a cobertura do LIBERAL sobre Campinas

Os trabalhadores da saúde de hospitais, públicos e privados, e das unidades básicas de saúde serão vacinados em seus locais de trabalho. Já os trabalhadores da saúde de clínicas ou os autônomos serão vacinados nos centros de saúde, mas devem priorizar locais parceiros, como postos volantes, que serão divulgados em breve.

A segunda etapa, que tem início em 11 de maio e segue até 8 de junho, será destinada aos idosos com 60 anos ou mais e aos professores das redes pública e privada.

A terceira etapa começa em 9 de junho e vai até 9 de julho alcançando pessoas com comorbidades e com deficiência física, auditiva, visual, intelectual e mental ou múltipla; caminhoneiros, trabalhadores portuários e de transporte coletivo; profissionais das forças armadas, de segurança e salvamento e funcionários do sistema prisional; população privada de liberdade e jovens e adolescentes sob medidas socioeducativas.

Os endereços dos locais de vacinação estão disponíveis aqui. Nesse endereço é possível acessar um mapa com os postos de imunização, simbolizados por seringas. Aquelas que aparecem em azul possuem vacinas e as em vermelho, não.

Após inserir o endereço da residência, o mapa indica os locais de vacinação mais próximos. Ao clicar em uma das seringas, aparece o endereço do posto, horário de vacinação e se tem ou não vacina. Não é necessário fazer agendamento.

A diretora do Devisa (Departamento de Vigilância em Saúde), Andrea von Zuben, alerta que as pessoas devem priorizar a imunização contra a Covid-19, aguardar 14 dias, para só depois se vacinar contra a gripe. A imunização contra a gripe, em todos os grupos prioritários é essencial, para a prevenção de quadros respiratórios graves que podem até evoluir a óbitos, além de colaborar no diagnóstico diferenciado da Covid-19. A vacinação também terá impacto na redução da sobrecarga no sistema de saúde, atualmente já impactado pela pandemia do novo coronavírus.

Publicidade