01 de março de 2021 Atualizado 15:38

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Covid-19

Campinas abre agendamento para vacinação de idosos a partir de 85 anos

Segundo a prefeitura, a vacinação desse novo grupo começará já nesta quinta-feira (11)

Por Redação

10 fev 2021 às 08:56

A Prefeitura de Campinas abriu nesta quarta-feira o agendamento para vacinação contra o novo coronavírus (Covid-19) de idosos com idade entre 85 e 89 anos.

O agendamento pode ser feito no site www.vacina.campinas.sp.gov.br ou pelo telefone 160.

Segundo a prefeitura, a vacinação do novo grupo começará já nesta quinta-feira (11) nos dois centros de imunização abertos até o momento: Centro de Vivência dos Idosos (Avenida dr Heitor Penteado, s/nº) e Caic Vila União (Rua José Augusto de Mattos, s/nº).

A vacinação do novo grupo começará já nesta quinta-feira (11) – Foto: Carlos Bassan / Prefeitura de Campinas

As duas unidades funcionam das 8h às 22h de segunda a sexta-feira, e das 8h às 18h aos sábados e domingos.

Para receber a dose, no dia e hora marcados, a pessoa deve apresentar documento com foto e comprovante de endereço. Campinas conta com cerca de seis mil idosos entre 85 e 89 anos.

Atualmente, a cidade vacina os idosos com mais de 90 anos. Ainda não há previsão de quando outros grupos serão vacinados em Campinas.

Na RPT (Região do Polo Têxtil), as prefeituras receberam novas doses da vacina Coronavac, o que vai permitir o início à imunização dos idosos na faixa dos 80 anos a partir da próxima segunda-feira (15).

Mortes
Mais de 81% da mortes por Covid-19 em Campinas aconteceram com idosos maiores de 60 anos. “A primeira faixa que a gente vai atingir agora, maiores de 85 anos, é o maior número de óbitos e corresponde 28% do total”, explicou o prefeito Dário Saadi (Republicanos).

Até esta terça-feira (9), foram vacinadas 41.037 pessoas, sendo 34.397 profissionais de saúde, 1.420 pessoas que vivem e trabalham em Instituições de Longa Permanência de Idosos (ILPIs) e 5.220 idosos acima de 90 anos.

Orientações para idosos

  • Se não puder sair do carro, a equipe do Centro de Imunização atenderá no veículo;
  • Se não tiver condições de ir a um centro de vacinação, a aplicação da vacina será feita em domicílio. Para isso, a partir da próxima semana, o responsável ou o idoso deve entrar em contato com o centro de saúde mais próximo para avaliação do caso;
  • Os idosos acamados continuam sendo vacinados. “Esse é um trabalho mais vagaroso, pois as equipes de saúde têm que montar a caixa refrigerada, ir até o endereço, aplicar a dose, preencher o sistema e daí seguir para outra casa. Por isso, é importante que as pessoas só utilizem essa opção para os casos de não haver a possibilidade de levar o idoso até o ponto de vacinação. Nos centros de imunização, a vacina será aplicada em todas as pessoas em seis dias. Em casa demora mais e nosso objetivo é imunizar o público-alvo o mais rápido possível”, disse a diretora do Devisa.

O secretário de Saúde, Lair Zambon, reforçou a importância de ir até o Centro de Imunização. “Nós estamos com muita pressa de vacinar os idosos, principalmente por conta da alta taxa de óbitos, mas também é um mecanismo indireto para diminuir a taxa de ocupação de leitos. Quem puder levar o idoso até o centro de imunização, leve”, recomenda.

Informações
Mais informações sobre a vacinação em Campinas podem ser obtidas pelo hotsite www.vacina.campinas.sp.gov.br.

O site esclarece dúvidas sobre as vacinas e a atual Campanha de Vacinação na cidade. Também divulga a opinião de especialistas, notícias relacionadas ao assunto, cuidados com a doença, entre outros.

Publicidade