15 de maio de 2021 Atualizado 19:59

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Educação

Campinas retoma aulas presenciais nas escolas municipais de ensino fundamental

De acordo com as regras do Plano São Paulo, as unidades de ensino podem receber até 35% do total de alunos atualmente

Por Milton Paes

26 abr 2021 às 08:06 • Última atualização 26 abr 2021 às 16:42

Campinas retoma nesta segunda-feira (26) as aulas presenciais nas escolas municipais de ensino fundamental (Emefs). São 45 Emefs no total, mas quatro delas estão nos ajustes finais para atender às medidas sanitárias apontadas pelo Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa), com previsão de iniciar as atividades em 10 dias.

De acordo com o Plano São Paulo, as unidades podem receber até 35% dos alunos. No total, estão matriculados 24.585 estudantes no Ensino Fundamental, Fumec e Ceprocamp. As creches retornam no dia 3 de maio.

As escolas que não retomam as aulas nesta segunda-feira são a Leonor Savi Chaib, no Jardim Nova York; Sérgio Rossini e Paulo Freire, ambas no Centro e Clotilde Barraquet Von Zuben, no Jardim Florence. Juntas, essas quatro unidades atendem a 1.275 alunos. Por enquanto, os estudantes destas unidades continuam em aulas remotas.

Acompanhe a cobertura do LIBERAL sobre Campinas

As aulas presenciais estão suspensas desde março de 2020 em Campinas, por causa da pandemia de coronavírus e, agora, serão retomadas com novas regras. Entre outros requisitos, ficaram estabelecidos redução de horário e revezamento de turmas para garantir o distanciamento social, e a obediência a rigorosos protocolos sanitários, seguindo orientação das autoridades de saúde.

Cada aluno recebe um kit contendo quatro máscaras não descartáveis e álcool em gel individual. Os professores, além das máscaras, também contarão com protetor facial (face shield). As carteiras serão colocadas com um distanciamento de 1,5 metro entre elas e totens com álcool em gel serão distribuídos em pontos estratégicos das escolas.

O cronograma da rede municipal prevê, neste primeiro momento, um retorno híbrido, com aulas presenciais e remotas, por meio da plataforma digital. Os alunos da Educação Integral, do Ensino Fundamental, terão aulas presenciais todos os dias. As turmas serão divididas em dois períodos: metade frequenta a escola pela manhã e o restante à tarde.

“O retorno presencial é facultativo ao aluno. Caso a família não queira levá-lo à escola, o estudante pode acompanhar as aulas pelo sistema remoto. O conteúdo será o mesmo”, explicou o secretário de Educação, José Tadeu Jorge.

Em virtude da constante necessidade de higienização de todos os espaços das escolas, incluindo maçanetas das portas e carteiras, o período de aula será reduzido de cinco para três horas diárias. Nos dois turnos serão oferecidas duas refeições com café da manhã e almoço ou almoço e café da tarde.

Publicidade