Vacinação da gripe atinge apenas 7% do público-alvo

Meta é atingir 90% dos grupos prioritários, que incluem idosos, gestantes, crianças com menos de 6 anos e até puérperas


Foto: Arquivo - O Liberal
Vacina contra a gripe está disponível na rede pública apesar da baixa procura até agora

A campanha de vacinação contra a gripe em Americana protegeu, até o momento, apenas 7% do público-alvo. A meta é imunizar 90% dos mais de 50 mil indivíduos que compõem os grupos prioritários. A campanha teve início em 10 de abril e segue até 31 de maio.

Nos primeiros 15 dias, foram protegidas 3.528 pessoas, dos quais 1.646 crianças, 1.271 idosos, 480 gestantes, 83 trabalhadores da saúde e 14 profissionais da educação. Os dados são do Sipni (Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações).

A Vigilância Epidemiológica fez um alerta para que todas as pessoas que fazem parte dos grupos prioritários procurem unidades de saúde para receberem as doses. Segundo a coordenadora do setor, Simone Maciel, em alguns casos a gripe pode ser uma doença grave.

“A influenza, para alguns casos, é uma doença grave e a principal forma de prevenção é a vacina. Então, quem estiver com dúvida pode procurar a unidade. Os profissionais da sala de vacina estão habilitados para esclarecer qualquer dúvida”, destacou.

As doses estão disponíveis em todas as unidades básicas de saúde do município, das 8 às 16 horas. No dia 4 de maio será realizado o Dia D, quando alguns postos permanecerão abertos ao longo do sábado para ampliar a cobertura. As unidades que vão atender nesse dia ainda não foram definidas. Após o encerramento da campanha, a vacina continuará disponível para crianças e gestantes.

Podem se vacinar idosos, crianças com idade entre 1 e 6 anos incompletos, gestantes, portadores de doenças crônicas, lactantes, indígenas, população carcerária, professores do ensino regular (básico, fundamental, médio e superior), auxiliares de desenvolvimento infantil, estagiários que atuam em salas de aula, profissionais da saúde e funcionários do sistema penitenciário.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!