25 de julho de 2021 Atualizado 16:51

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Covid-19

Unimed define cenário atual da pandemia como ‘crítico’

Hospital tem 41 internados em leitos de UTI, segundo maior pico já registrado; cooperativa fez apelo à população por cuidados contra transmissão e vacinação

Por Marina Zanaki

16 jun 2021 às 07:41 • Última atualização 16 jun 2021 às 09:26

A Unimed Santa Bárbara d’Oeste e Americana definiu o atual cenário da pandemia do novo coronavírus como “crítico”. O hospital particular registra 41 pacientes internados em leitos de UTI (Unidades de Terapia Intensiva) Covid nesta terça-feira (15). Esse volume que é o segundo maior desde o início da pandemia.

“O pico de pacientes intubados para tratamento da Covid que já registramos foi de 46, em abril, porém o cenário atual segue crítico porque o número de pacientes internados e que demandam serviços de apoio hospitalar especializado não se restringe aos casos de Covid. Especialmente devido à sazonalidade, temos registrado aumento do contingente sem Covid-19, inclusive de casos para internação em UTI”, disse a cooperativa ao LIBERAL.

A Unimed revelou que, assim como ocorre em todo o país diante da escassez no mercado, tem enfrentado dificuldades para a aquisição de materiais, equipamentos e medicamentos, bem como para a contratação de profissionais.

Como atende pacientes que usam o serviço em Americana, mas residem em outros municípios, a Unimed informou que têm ocorrido algumas transferências de pacientes para suas cidades de origem.

A cooperativa reforçou a orientação para que a população siga todos os cuidados para evitar a transmissão e tome a vacina assim que estiver disponível.

“A Unimed Santa Bárbara d’Oeste e Americana ressalta que, desde o início da pandemia, não tem medido esforços para realizar os atendimentos de pacientes com e sem Covid-19. Já foram feitas ampliações do número de leitos e de áreas úteis para circulação de pessoas, contratações de novos profissionais, instalação de tendas para melhor organização da estrutura de atendimento, entre outras ações”, disse a Unimed.

“Todas as medidas, além de comportar o aumento da demanda, tem como finalidade proporcionar mais segurança aos beneficiários que procuram nossas unidades para atendimento.”, finalizou a cooperativa.

Publicidade