Umidade relativa do ar chega a 15,8% em Americana

Defesa Civil emitiu comunicado de estado de atenção na tarde desta sexta-feira; veja recomendações


A URA (Umidade Relativa do Ar) atingiu o nível mais baixo do ano em Americana às 16h desta sexta-feira (13), registrando um índice de 15,8%, o que deixa a cidade em Estado de Atenção.

A informação foi passado pela defesa Civil com base nos dados da Estação Meteorológica do CIIAGRO (Centro Integrado de Informações Agrometeorológicas) localizada nas dependências do Tiro de Guerra. Índice semelhante foi registrado no fim de junho, quando a URA chegou a 20,6%.

Foto: Arquivo / O Liberal
A medição foi feita às 16h desta sexta com base nos dados da estação meteorológica do Ciiagro

Para a coordenadora da Defesa Civil de Americana, Marli Kiriyama, a queda da umidade pode estar relacionada às queimadas registradas no município nos últimos dias.

“Mesmo tendo caído uma chuvinha recentemente a situação continua crítica, acreditamos que as queimadas ocorridas tenham provocado a queda brusca na qualidade do ar”. Ela afirma que as queimadas além de prejudicar o meio ambiente afeta também a saúde das pessoas.

“A estiagem ataca diretamente as vias respiratórias, por isso pedimos que as pessoas procurem se hidratar muito bem, evite exposição ao sol e mantenham os ambientes umidificados até a umidade melhorar”, conclui.

Para os próximos cinco dias a qualidade do ar ainda estará prejudicada, mantendo a média dos 15% de umidade relativa.

Nesse período de estiagem, a Defesa Civil orienta a tomar os seguintes cuidados:

  • Evitar exercícios físicos ao ar livre entre 11 e 15 horas;
  • Umidificar o ambiente com vaporizadores, toalhas molhadas, recipientes com água, rega de jardins;
  • Sempre que possível permanecer em locais protegidos do sol, em áreas com vegetação;
  • Consumir bastante água
LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!