01 de julho de 2020 Atualizado 23:15

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Covid-19

Três moradoras de casa de repouso têm alta em Americana

Pacientes estavam internadas em hospitais da cidade; as três testaram positivo para coronavírus e estão em isolamento domiciliar

Por Marina Zanaki

29 Maio 2020 às 21:22 • Última atualização 29 Maio 2020 às 21:23

Três idosas moradoras da casa de repouso Flor de Liz, em Americana, tiveram alta hospitalar. Elas testaram positivo para o novo coronavírus (Covid-19) e precisaram ser internadas.

A prefeitura informou nesta sexta que uma idosa de 83 anos que estava internada no Hospital Municipal teve alta e está em isolamento domiciliar.

Idosas são moradoras da Casa de repouso Flor de Liz – Foto: Marcelo Rocha / O Liberal

Na quinta, o município havia informado que outras duas moradoras da casa de repouso que estavam em hospitais particulares também receberam alta.

As idosas têm 92 e 77 anos (a idade desta última havia sido informada anteriormente como 92 anos).

Uma moradora da casa de 81 anos, que também testou positivo para a doença, continua internada em hospital particular, assim como uma funcionária, de 41 anos, que está internada no HM com suspeita para a doença e ainda aguarda resultado de exame PCR.

MORTES
Duas moradoras da casa de repouso Flor de Liz morreram por conta do coronavírus. As residentes tinham 71 e 69 anos. As duas morreram no dia 23 de maio.

No total, 11 pessoas ligadas a essa instituição testaram positivo para a Covid-19 – nove moradores e dois funcionários.

O médico infectologista Arnaldo Gouveia Junior, que integra o Comitê de Crise da Prefeitura de Americana, esteve na casa de repouso após o registro dos casos.

Ao LIBERAL, ele disse que a instituição adotou as medidas de prevenção. A principal suspeita é que o vírus tenha entrado no local por meio de um funcionário assintomático.

BALANÇO
Uma menina de 10 anos que mora no Parque Novo Mundo testou positivo para o coronavírus após realizar teste em laboratório particular. A criança já está curada, segundo a Vigilância Epidemiológica de Americana.

A cidade teve 13 novos casos suspeitos, dos quais um paciente está internado no Hospital Municipal. Trata-se de uma mulher de 64 anos, moradora do bairro Campo Limpo.

Os demais suspeitos estão em isolamento domiciliar. Os pacientes são 11 mulheres de 18, 33, 22, 47, 25, 39, 27, 38, 34, 39 e 37 anos; e um homem de 42 anos.

Americana tem 105 casos positivos, dos quais seis pacientes morreram, três estão internados, dez cumprem isolamento domiciliar e 86 estão curados.

Há 41 casos suspeitos aguardando resultados de exames, dos quais 12 estão internados e 29 cumprem isolamento domiciliar.

O município contabiliza 468 casos que eram considerados suspeitos e que foram descartados por exames.