06 de julho de 2020 Atualizado 21:24

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Americana

Torre de celular gera reclamações no Jd. Santa Eliza

Chiado dia e noite tem incomodado os moradores, e problema teria começado há pouco mais de um mês; engenheiro responsável espera por peça de reposição

Por André Rossi

04 dez 2019 às 09:52 • Última atualização 04 dez 2019 às 10:52

Um chiado constante em uma torre de telefonia celular na Avenida Antônio Centurione Bôer, no Jardim Santa Eliza, em Americana, tem incomodado os moradores do bairro. O problema teria começado há pouco mais de um mês.

Receba as notícias do LIBERAL pelo WhatsApp

A aposentada Aparecida Donia Martins, 62, mora na casa ao lado do terreno onde está instalada a torre, que pertence a empresa ATC (American Tower Corporation) do Brasil. Ela afirma que já reclamou da situação para o engenheiro responsável pelo equipamento, mas até agora nada foi feito.

“Ela [torre] faz um chiado como se fosse uma cigarra. Direto, fica dia e noite. As vezes para um pouco porque ela refrigera. Na verdade acho que é uma ventoinha que fica no painel e que faz esse barulho. A hora que está mais fresco ela para um pouco. Quando esquenta ela volta a fazer e vai direto. A gente não está aguentando mais esse barulho”, comentou Aparecida sobre o caso.

Foto: Marcelo Rocha / O Liberal_26.11.2019
Vizinhos disseram que a torre faz chiado constante e incômodo

Ainda segundo a moradora, essa não é a primeira vez que a torre apresenta esse tipo de problema. Entretanto, da última vez, o caso foi resolvido rapidamente.

“Já teve esse problema uma outra vez, há uns dois anos. Eu entrei em contato [com o engenheiro] e logo no outro dia foi sanado. Não sei se vieram aqui pessoalmente para resolver ou através de satélite eles resolveram. Agora voltou a fazer barulho”, disse a aposentada.

A Secretaria de Meio Ambiente da Prefeitura de Americana informou que o GPA (Grupo de Proteção Ambiental) foi fiscalizar o local. Na aferição realizada, os decibéis estavam dentro dos padrões normais. Entretanto, a administração disse que providências estão sendo tomadas para tentar solucionar o problema.

“A Unidade de Fiscalização, Licenciamento Ambiental e Projetos está em contato com o engenheiro responsável pelo projeto, para entender o que pode estar acontecendo e tomar providências, caso caibam”, afirmou em nota.

Ouça o “Além da Capa”, um podcast do LIBERAL

De acordo com o engenheiro de campo da ATC do Brasil, Carlos Barbosa, o barulho é causado por um problema no ventilador de refrigeração da estrutura, que terá de ser trocado. Entretanto, a peça é importada e houve atraso na entrega.

“Já foi acionada a manutenção pela operadora e ela vai trocar o equipamento. Só que ele é importado e estão com o lote preso. Por isso que não foi trocado ainda. Essa semana o equipamento pode ser liberado e na semana que vem já vai ser reparado para eles [moradores] passarem as festas aí na paz”, afirmou.