27 de Maio de 2020 Atualizado 20:57

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

MANUTENÇÃO

Tapa-buraco deixa Estrada Ivo Macris parcialmente interditada nesta quarta

Trabalhos terão início em frente à empresa Basalto e devem se estender até quinta, segundo a Prefeitura de Americana

Por Rodrigo Alonso

19 Maio 2020 às 17:04 • Última atualização 19 Maio 2020 às 18:45

A Estrada Municipal Ivo Macris ficará parcialmente interditada nesta quarta-feira (20), das 8 às 12 horas, para a execução de um serviço de tapa-buraco. A manutenção será feita pela Prefeitura de Americana, por meio da Sosu (Secretaria de Obras e Serviços Urbanos).

O Executivo divulgou as informações nesta terça (19). Segundo a administração, os trabalhos terão início em frente à empresa Basalto e devem se estender até quinta-feira (21).

Estrada sofre com buracos no pavimento – Foto: João Carlos Nascimento / O Liberal

A Utransv (Unidade de Transportes e Sistema Viário) solicitou apoio da Gama (Guarda Municipal de Americana) para que haja o controle do tráfego de veículos no local.

Conforme o LIBERAL noticiou em fevereiro, a 2ª Vara Cível de Americana determinou a realização de uma perícia urgente na Ivo Macris, que possui más condições de tráfego.

O objetivo é identificar se os problemas na via foram originados por falhas na execução da pavimentação ou por falta de conservação. No entanto, os prazos do processo estão suspensos devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Esburacada, mal iluminada, com sinalização precária e sem acostamento, a estrada liga Americana a Paulínia e corta a região do Pós-Represa.

Podcast Além da Capa
Diante da crise provocada pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19), em virtude da determinação de paralisação de atividades econômicas e do isolamento social forçado pela quarentena, o reflexo no mercado de trabalho é um dos principais termômetros para medir os danos. Nesse episódio, o editor Bruno Moreira conversa com o repórter George Aravanis, que trata do aumento dos pedidos de seguro-desemprego e acompanha os anúncios de suspensões de contrato de trabalho em empresas da RPT (Região do Polo Têxtil).