13 de maio de 2021 Atualizado 21:01

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Americana

Suspensa na pandemia, cirurgia de fimose tem 59 na fila do SUS em Americana

Incerteza para retomada do procedimento, considerado simples, tem causado transtornos a pacientes

Por Marina Zanaki

02 Maio 2021 às 14:57

Suspensa pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19), a cirurgia de postectomia, popularmente conhecida como operação de fimose ou circuncisão, tem uma fila de 59 meninos com menos de 12 anos aguardando em Americana. O procedimento é simples, mas por se tratar de uma cirurgia eletiva está suspenso desde março do ano passado, sem previsão de retorno.

A espera tem causado transtorno aos pacientes. O ajudante feral Everaldo Rozendo da Silva, de 43 anos, tem um filho de 3 anos que aguarda o procedimento desde 2019. O médico havia estimado que o menino faria o procedimento em março de 2020, mas nesse mesmo mês houve a suspensão de todos os procedimentos que não são urgentes para liberação de leitos e equipes para os pacientes com coronavírus.

“Na época, o pediatra falou que quanto mais cedo, melhor. Encaminhou para passar por anestesista, exames, e disse que se estivesse tudo ok ia retornar com ele e marcar a cirurgia, provavelmente para março. E é um transtorno, incômodo”, disse Everaldo.

Outra reclamação da família é que o menino precisou passar por uma bateria de exames pré-operatórios duas vezes, e é possível que passe novamente até conseguir realizar o procedimento.

A Secretaria de Saúde informou que o menino aguarda a postectomia desde novembro de 2019. A pasta disse que a mãe da criança entrou em contato no final do ano passado informando que a criança estava com dor, então o município realizou novos exames pré-operatórios em novembro. A secretaria afirma que na ocasião a família foi informada que não há previsão para agendar o procedimento.

“Se as cirurgias fossem retomadas, o paciente já estaria em condições de ser operado, uma vez que a avaliação pré-operatória tem validade até o dia 25 de maio de 2021”, disse a secretaria.

Adultos
A fila de homens aguardando o procedimento em Americana saltou de 14 em março de 2019 para 32 em abril de 2021. A cirurgia nesse caso é realizada em hospitais de referência, com agendamento via Cross (Central de Regulação de Oferta de Serviços de Saúde).

A prefeitura informou que alguns pacientes foram encaminhados para os AMES (Ambulatórios Médicos de Especialidades) de Campinas e Santa Bárbara d’Oeste, mas que no momento não há disponibilidade de agendamento.

Publicidade