Subadutora da Campos Sales rompe novamente, minutos após reparo

Pessoas que trabalham próximo ao local do problema relataram que cerca de 40 minutos após equipes do DAE irem embora o vazamento recomeçou


A subadutora de água localizada na Avenida Campos Sales, em Americana, rompeu novamente tarde desta quarta-feira (25), minutos após a conclusão de um reparo, que teve início na terça (24). É a oitava vez no ano que a estrutura apresenta problemas de vazamento.

“Assim que terminaram o serviço e lavaram a terra, demorou meia hora, ou 40 minutos e voltou a estourar. Não parava de jorrar água, desceu um lamaçal vermelho na calçada”, contou Francisca Gaiola, proprietária de uma empresa fabricante de sacolas que fica perto do local onde ocorre o problema.

Foto: Marcelo Rocha / O Liberal
Subadutora rompeu pela oitava vez neste ano

“Aqui não estamos sem [água], porque eu tenho caixa. Mas na minha casa, no Jardim Ipiranga, estava sem água ontem (terça) e vou ficar sem hoje (quarta) de novo”, completou José Roberto Cuaino, dono de uma casa de carnes nas proximidades do rompimento.

Clique aqui e se inscreva no nosso canal do Telegram e receba as notícias no seu celular!

A reportagem do LIBERAL esteve no local por volta das 17 horas e constatou que uma equipe trabalhava abrindo novamente a cavidade do solo para a realização do reparo.

O pregão presencial para trocar toda a tubulação da via foi realizado nesta terça, mas ainda está na fase de apresentação de documentos. A rede do local, feita de tubos de PEAD (Polietileno de Alta Densidade), é de 1998 e começou a apresentar problemas no ano passado.

Saiba tudo sobre o coronavírus, o que ele provoca e como se prevenir

Para o DAE (Departamento de Água e Esgoto), o problema está na fabricação da rede, que vai da Rua Julio Prestes até a Rua Camilo Castelo Branco.

A Prefeitura de Americana, questionada nesta quarta, apenas confirmou o novo rompimento da sub-adutora e informou que uma equipe do DAE está trabalhando no local.

Podcast: Sete edições do Além da Capa para ouvir durante a quarentena

Além disso, a autarquia também assumiu que o abastecimento está comprometido na região da avenida, em função da interrupção no bombeamento. A previsão do DAE é que até o final do dia o conserto seja concluído.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora