Restauro de imagem de Santo Antonio não ficou só na pintura

Acidente sofrido há alguns anos obrigou o restaurador de imagem trazida da Itália a também reconstruir o pescoço


Foto: Divulgação
antes e depois  Pescoços do santo e do Menino Jesus foram refeitos

A imagem restaurada de Santo Antonio, apresentada aos fiéis no mês passado durante missa de bênção e entronização, vai bem além da pintura nova e fiel à original. Um acidente sofrido pela imagem há alguns anos obrigou o restaurador a esculpir novamente o pescoço do santo e também do Menino Jesus que ele carrega no colo. A peça de um metro de altura trazida da Itália em 1876 pelos primeiros imigrantes italianos que chegaram em Americana escondia massa epóxi na junção da cabeça com o corpo, detalhe que dificultou o trabalho de restauro e comprometia a originalidade da peça.

A imagem pertencia à empresa Santista Têxtil até 2014, quando foi doada para a Basílica Santuário. Quando a igreja procurou pelo artista plástico e restaurador Fernando Pedersini, em São João del-Rei (MG), o pedido foi para que a imagem histórica de Santo Antônio recebesse pintura nova, definitiva, respeitando as cores originais. Quando ele recebeu a imagem percebeu as trincas no pescoço e o detalhe veio à tona.

“Eu já estava mexendo na imagem quando fiquei sabendo do acidente. Ela estava sendo transportada no carro de bombeiros quando sofreu o degolamento. Então a parte mais difícil do trabalho foi a reintegração porque no primeiro restauro usaram massa epóxi. Precisei reesculpir os pescoços e depois de tudo nivelado e compactado fazer a análise para ver se estava anatomicamente correto”.

A Basílica acompanhou todo o processo através de fotos enviadas pelo restaurador. Foram dois meses de trabalho e outro detalhe que chamou a atenção do artista plástico foi a cor do hábito. “Ele estava repintado com a iconografia errada. O hábito de Santo Antonio é marrom, mas na imagem que recebemos ele havia sido pintado com tons de roxo e não representava o hábito franciscano”, conta.

Para a nova pintura, foram seguidas referências que apareceram por baixo das camadas antigas de tinta. Os detalhes em folha de ouro foram anexados à imagem, que recebeu ainda pintura com óxido (mistura de produtos minerais e orgânicos) e aplicação de cera de carnaúba para maior proteção.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!