28 de setembro de 2021 Atualizado 11:00

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Complexo Carioba

Remoção dos escombros de incêndio em Carioba custará R$ 170 mil

O incêndio aconteceu em setembro do ano passado e destruiu quase seis mil metros quadrados de construção, atingindo cinco galpões

Por Ana Carolina Leal

29 jul 2021 às 08:36 • Última atualização 29 jul 2021 às 08:39

O trabalho de limpeza, remoção dos escombros e separação de materiais históricos no complexo de fábricas de Carioba, em Americana, custará R$ 170 mil aos cofres públicos. O serviço deve começar em aproximadamente 15 dias.

O prazo é o tempo estimado pela prefeitura para a assinatura do contrato com a empresa vencedora do processo licitatório, a Conspek Construtora e Consultoria Eireli, de Santa Bárbara d’Oeste. A expectativa é de que os trabalhos sejam concluídos em 60 dias. As informações foram publicadas no Diário Oficial do município desta quarta-feira (28).

O incêndio aconteceu em setembro do ano passado e destruiu quase seis mil metros quadrados de construção, atingindo cinco galpões. No total, o complexo abriga 23 empresas. A maioria são de tecelagem, mas também há tinturarias, uma indústria de móveis e duas de material plástico.

Questionada pelo LIBERAL sobre o porquê da demora para contratação desse serviço, uma vez que o incêndio ocorreu há quase um ano, a prefeitura afirmou que num primeiro momento pela falta de dotação orçamentária em 2020.

“Em 2021 a abertura no novo orçamento ocorreu em fevereiro, decorreu-se algum tempo ainda para especificar corretamente o tipo de serviço a ser feito dentro das normas do Condephaat [Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico] e Condepham [Conselho de Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural de Americana]”, explicou a administração.

Segundo a prefeitura, a empresa a ser contratada deverá executar os serviços informando todas as etapas com documentação fotográfica e relatórios ao Condephaat.

Publicidade