21 de Maio de 2020 Atualizado 22:05

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Pressão

Protesto em frente à casa de Cauê Macris, em Americana, pede impeachment de Doria

Movimento foi organizado pelo grupo político Direita Santa Bárbara na manhã desta sexta-feira

Por André Rossi

01 Maio 2020 às 12:08 • Última atualização 01 Maio 2020 às 21:24

O grupo político Direita Santa Bárbara realizou na manhã desta sexta-feira (1º) um protesto em frente à casa do presidente da Alesp (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo), Cauê Macris (PSDB), em Americana.

O objetivo era pressionar o deputado a colocar em votação o pedido de impeachment do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), que foi apresentado por deputados do PSL no dia 22 de abril.

Manifestantes cantaram o hino nacional e soltaram rojões – Foto: Reprodução/Facebook

A movimentação teve início às 8 horas na Praça do Trabalhador, em Americana. Um carro de som esteve no local e a Gama (Guarda Municipal de Americana) foi acionada por conta de reclamações de vizinhos devido ao som alto. Pelas imagens da transmissão feita pelo próprio grupo no Facebook, a maior parte dos manifestantes não utilizava máscaras de proteção.

O grupo pede a “manutenção das liberdades individuais garantidas pela Constituição Federal”.

Na sequência, por volta das 11 horas, o grupo seguiu para a casa de Cauê, no bairro Chácara Machadinho. Aos gritos de “Aê Cauê, impeachment do Doria”, os manifestantes cantaram o hino nacional, soltaram rojões e pediam para que Cauê saísse da residência. O LIBERAL apurou que o deputado não estava no local, e sim na Capital.

Manifestantes na frente da casa de Cauê – Foto: Reprodução/Facebook

“Isso é democracia. Viva a liberdade. Nós temos o direito de nos manifestar. Coloque em votação. Aceite a vontade do povo, Cauê. Essa é a pressão que faremos. Estaremos aqui todos os dias até que ele aceite, que ouça a vontade do povo”, disse Júnior Veloso, que é membro do Direita Santa Bárbara e um dos principais articuladores do grupo.

A assessoria de imprensa de Cauê Macris foi questionada, mas não se posicionou sobre o assunto.

Carreata

Uma carreta pela reabertura do comércio está marcada para segunda-feira (04), às 17 horas, em frente à Estação Cultura de Americana. O ato é articulado por bolsonaristas da região.

Um dos organizadores, Antonio Jardas Macedo, que também coordenou duas carreatas anteriores, diz que há apoio de pessoas de 23 cidades.