Projeto quer subir para 15 anos troca de van escolar

Atualmente, motoristas do transporte escolar de Americana devem trocar o veículo a cada dez anos


O presidente da Câmara de Americana, Luiz da Rodaben (PP), protocolou nesta segunda-feira projeto de lei que aumenta de 10 para 15 anos a idade máxima permitida para os veículos que fazem transporte escolar fretado. A proposta altera um trecho da lei 4.515/07, que regulamenta o serviço no município.

Foto: João Carlos Nascimento - O Liberal
Presidente da CM diz que medida atende reivindicação de profissionais

Rodaben diz que a medida atende uma reivindicação de profissionais do ramo, que têm perdido clientes. A obrigação de trocar o veículo a cada dez anos seria um gasto a mais. Rodaben consultou cidades vizinhas e afirma que em todas a idade máxima é de 15 anos. É o caso de Santa Bárbara, onde lei semelhante foi sancionada ano passado.

Heider Aparecida Hudson, que trabalha com transporte escolar e é presidente da associação de condutores até hoje – a eleição da nova diretoria da associação acontece nesta terça-feira -, diz que a elevação da idade máxima ajuda os profissionais, mas também sucateia a frota.

“Quinze anos vai ajudar? Vai, e muito, porque hoje não tem nenhum subsídio para trocar de van. Mas sucatear a frota também não concordo”, afirma.

Presidente da Comissão de Transportes da câmara, o vereador Gualter Amado (PRB) diz que ainda vai analisar a proposta de Rodaben e comparar com outras cidades, mas afirma que a princípio a medida não parece beneficiar a população.

O presidente da câmara afirma que as vans passam por duas vistorias anuais do Detran (Departamento Estadual de Trânsito), que atestam a sua condição de tráfego. “Avalia desde pneu, lataria, suspensão, tudo, para expedir se pode continuar utilizando a van ou não”.

Além disso, ele afirma que há a própria “seleção de mercado”, por meio da qual pais escolhem o veículo que consideram mais adequado e deixam os piores de lado. De acordo com Heider, há atualmente 80 vans escolares em operação no município.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!