25 de Maio de 2020 Atualizado 08:08

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Orçamento

Projeto da LDO não prevê efeito-pandemia nas contas da Prefeitura de Americana

Até a elaboração da lei orçamentária, que deve ser apresentada até 30 de setembro, será possível ter uma ideia melhor do cenário

Por George Aravanis

30 abr 2020 às 08:21 • Última atualização 30 abr 2020 às 08:24

O projeto da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) de 2021, apresentado nesta quarta pela Prefeitura de Americana, não prevê a possível perda de receita por causa da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

A LDO, que é um projeto que norteia a elaboração do Orçamento, projeta receita de R$ 960,1 milhões para o ano que vem.

A apresentação foi feita no Auditório Villa Americana, sem plateia, e transmitida pela Internet. De acordo com o secretário da Fazenda, Ricardo Lopes Fernandes, há projeções de especialistas e autoridades de que a arrecadação deve cair 30% este ano por conta do novo coronavírus, mas não é possível ainda captar a “frustração de receita” para o ano que vem porque as previsões sobre o que vai acontecer em 2021 ainda são muito “incipientes”.

“Refleti-las agora, em abril, nessa peça aqui, seria um exercício de previsão muito pouco verossímil”, afirmou.

De acordo com o secretário, até a elaboração do Orçamento, que deve ser apresentado no máximo em 30 de setembro, será possível ter uma ideia melhor do cenário esperado para o próximo ano.