04 de agosto de 2020 Atualizado 22:47

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Covid-19

Projeto ‘Corona Zero’ vai aplicar 400 testes em casas de repouso em Americana

Iniciativa começou nesta segunda e testou moradores e funcionários da casa de repouso Vida Nova

Por Leonardo Oliveira

22 jun 2020 às 11:49 • Última atualização 23 jun 2020 às 14:31

Uma ação dos três Rotary Club de Americana, em parceria com o Associação Brasileira de Portadores de Hepatite, vai aplicar cerca de 400 testes para detecção do novo coronavírus (Covid-19) em dez casas de repouso de Americana.

O procedimento que será aplicado é do tipo RT-PCR, considerado o mais eficiente no diagnóstico da doença.

A iniciativa “Corona Zero” teve início nesta segunda-feira (22), quando foram testadas 50 pessoas, entre funcionários e residentes da casa de repouso Vida Nova.

As testagens seguem até o dia 30 de junho, nas seguintes instituições: Residencial Evangélico Benaiah, Casa Rosada Para Idosos, Instituto Quality, Casa de Idosos Girassol, Isabel Residencial, Casa de Repouso Maria Camargo Moreira, Hotelaria para Idosos Poncianas House , Casa de Repouso Santa Catarina Residence e Asilo São Vicente de Paulo.

Projeto é uma parceria do Rotary Club de Americana com o Associação Brasileira de Portadores de Hepatite – Foto: Divulgação

Segundo a governadora assistente do Rotary, Adriana de Souza, todos os moradores e funcionários dessas instituições de longa permanência para idosos terão material colhido para detecção do vírus.

Em Americana, serão testados cerca de 220 idosos que moram nas casas de repouso e cerca de 170 funcionários. Segundo Adriana, não houve confirmações do novo coronavírus nestes espaços até o momento e a ação é de caráter preventivo.

Os procedimentos são realizados por agentes da Vigilância Epidemiológica de Americana. Também participam da ação integrantes dos três rotarys da cidade: Americana, Americana-Ação e Americana-Integração.

“Essa ação tem como objetivo proteger a população mais vulnerável na pandemia da Covid-19, tanto os residentes quanto as pessoas que trabalham nessas instituições de longa permanência para idosos. A importância dessa testagem é justamente, se tiver algum caso positivo, que se possa ter o protocolo adequado para que proteja os demais que estão ali naquele local”, disse Adriana ao LIBERAL.

Corona Zero
O projeto “Corona Zero” tem origem na cúpula paulistana do órgão. Um dos associados é o fundador da Associação Brasileira de Portadores de Hepatite, Humberto Silva. Ele conseguiu recursos e parcerias com a iniciativa privada para viabilizar os testes, enviados pelo laboratório Fleury, de São Paulo.

Podcast Além da Capa
O mais festejado dos cinco títulos mundiais da seleção brasileira? A resposta é subjetiva, mas a conquista da Copa do Mundo de 1970, no México, completa 50 anos sem ter ameaçado seu lugar no Olimpo do futebol. O ambiente de Americana naqueles dias de junho pauta essa edição do Além da Capa. O editor Bruno Moreira conversa com o repórter Rodrigo Alonso, além de contar com a contribuição de convidados.