21 de setembro de 2020 Atualizado 17:56

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Americana

Professores enfrentam problemas na atribuição de aulas na rede estadual

A atribuição iria começar nesta quinta-feira, mas foram constatados erros na classificação dos docentes e, por isso, o processo foi adiado para hoje

Por Leonardo Oliveira

24 jan 2020 às 14:04 • Última atualização 24 jan 2020 às 19:33

Longas filas, erros na pontuação e tumulto marcam a atribuição de aulas dos professores não concursados na Diretoria de Ensino de Americana. A atribuição iria começar nesta quinta-feira, mas foram constatados erros na classificação dos docentes e, por isso, o processo foi adiado para hoje.

Receba as notícias do LIBERAL pelo WhatsApp. Clique aqui e envie uma mensagem para ser adicionado na lista de transmissão!

Foto: Divulgação
Professores em atribuição que foi cancelada nesta quinta-feira

Cerca de 1,8 mil professores pleiteiam vagas nas escolas estaduais de Americana, Nova Odessa e Santa Bárbara d’Oeste, de acordo com diretora da subsede da Apeoesp (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo) em Americana, Zenaide Honório.

Por causa do problema, muitos voltaram para a casa sem uma aula atribuída.

Ouça o “Além da Capa”, um podcast do LIBERAL

Como funciona a atribuição?

Os professores foram contratados pelo Estado para ocupar vagas nas unidades onde existe um déficit dos profissionais concursados. Para isso, se dirigem até a Diretoria de Ensino de Americana – lá, escolhem qual escola querem trabalhar, de acordo com a banca – que é a área de atuação do docente.

O Estado definiu um prazo para que os profissionais compareçam à sede. Quinta-feira (23), sexta-feira (24) e segunda-feira (27). Os primeiros a serem atendidos conseguem uma vaga na escola de sua preferência. Conforme a fila anda, são menores as opções de escolha.

A ordem de atendimento é baseada em alguns critérios. Quanto maior o tempo de serviço e quanto mais graduações possuir, mais chances o professor tem de escolher primeiro onde quer trabalhar. Cada um desses critérios vale pontos.

O que os professores alegam

A reportagem esteve na manhã desta sexta-feira na Diretoria de Ensino de Americana. O local estava lotado e os professores reclamavam que no dia anterior foram dispensados pois foram constatados erros na pontuação de cada docente.

Com isso, profissionais que estariam no “começo da fila”, ficaram para trás na classificação. Para que fosse feito a correção, aqueles que foram ontem ao local acabaram dispensados e orientados a voltar nesta sexta ou na segunda.

“As pontuações foram erradas. A atribuição é uma desordem, é demorado. Muitas pessoas não comparecem, tiram a vez de quem está aqui, e isso atrapalha um pouco também. O sistema está todo descontrolado, é um sistema muito complicado”, disse ao LIBERAL a professora Silvia Regina.

O que diz o sindicato dos professores

De acordo com a Integrante da diretoria estadual da Apeoesp e responsável pela subsede em Americana, Zenaide Honório, a Secretaria do Estado de São Paulo emitiu um comunicado aconselhando as diretorias de ensino regionais a cancelarem a atribuição nesta quinta-feira.

“A secretaria soltou o comunicado, mas aqui não acatou. Achou que deveria correr, porque estava dando conta. Mas pela manhã tinha uma fila de professores com problemas na pontuação. Eles estão arrumando. Nós estamos aqui para garantir que nenhum professor seja prejudicado”, destaca.

A resposta do Estado de São Paulo

A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (Seduc-SP) informa que não houve qualquer alteração nos procedimentos e regras para atribuição dos professores temporários em 2020. A atribuição de aulas dos professores concursados já foi realizada em toda a rede estadual.

Quanto aos docentes da categoria ‘O’, devido à grande quantidade de demanda, o prazo para atribuição foi prorrogado até a próxima segunda-feira (27). Quanto aos recursos solicitados, cada caso será avaliado individualmente e havendo necessidade, as atribuições ainda poderão ser feitas na próxima segunda-feira, 27 de janeiro.

Publicidade